sensus
Sebrae
Census
Lytron
My Partner

Faixa de Júpiter que sumiu está voltando

Em maio deste ano, os astrônomos dedicados a estudar Júpiter notaram que uma faixa de nuvens da alta atmosfera do hemisfério sul do gigante gasoso tinha desaparecido. Não que esse sumiço seja algo novo. Ela vem e volta sem muita regularidade. Isso já foi observado várias vezes, mais recentemente em 2007. Mas, mesmo assim, não há ainda nenhuma explicação confirmada para o fenômeno.

Uma das teorias diz que a faixa, conhecida como Cinturão Equatorial Sul (ou SEB na sigla em inglês) não some, mas sim fica escondida sob uma camada de nuvens mais altas formadas por cristais de gelo de amônia.

O estudo da atmosfera de Júpiter, por si só, é um desafio para os cientistas. Por exemplo, ninguém sabe ao certo como a Grande Mancha Vermelha, uma gigantesca tempestade que engoliria três Terras fácil fácil, mantém-se ativa por quase 400 anos. Na verdade, não só ativa, mas dando mostras de se intensificar com o tempo.

Pelo histórico anterior desses sumiços, o reaparecimento da SEB pode ser espetacular, do ponto de vista da meteorologia joviana. De acordo com John Rogers, da Associação Astronômica Britânica, o ressurgimento dessa faixa pode provocar distúrbios atmosféricos que se propagariam rapidamente pelo planeta. Os distúrbios  perturbariam a atmosfera de modo a provocar mais tempestades, podendo afetar inclusive a famosa Grande Mancha.

Se for isso mesmo, é hora de botar o telescópio para fora e observar! É que nessa última terça-feira (9) a SEB pode ter dado seu primeiro sinal de vida! Cristopher Go, um astrônomo amador das Filipinas, teria registrado essa pequena e discreta mancha, justamente sobre a faixa de latitudes da sumida SEB. Pode não parecer muito, mas é assim mesmo que tudo começa. Observações feitas no Japão e nos EUA na madrugada desta sexta-feira (12) mostram que essa manchinha cresceu e está se tornando brilhante muito rapidamente!

Nos próximos dias teremos a confirmação da volta (ou não) da SEB. Júpiter é constantemente monitorado por astrônomos amadores. E se ela estiver mesmo voltando, vamos esperar pelas tempestades previstas nos próximos meses.

Share

Related posts