Lytron
Census
Sebrae
sensus
My Partner

Cresce a pirataria de e-books, indica estudo

A pirataria de e-books está crescendo rapidamente, à medida que aumenta a popularidade de e-books e e-readers, segundo um estudo divulgado na quarta-feira (6).

Segundo a medição da empresa de softwares antipirataria Attributor, a procura por livros pirateados diariamente pode ser estimada acima de 3 milhões de pessoas no mundo.

Já o interesse pelos sites de compartilhamento aumentaram 50% no decorrer do último ano. Há uma migração, segundo o relatório, de sites grandes como o RapidShare para sites pequenos e de nicho.

O livro mais pirateado no mês passado, diz o estudo, é da escritora Stephanie Meyer.

Países que mais procuram livros eletrônicos pirateados são Estados Unidos (11%), Índia (11%) e México (5%). Desde o lançamento do iPad, diz o estudo, a procura aumentou em 20%.

Share

Related posts