Sebrae
Lytron
Census
My Partner
sensus

Obama: falta apoio republicano à reforma imigratória nos Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reiterou que hoje é impossível realizar a reforma integral das leis imigratórias sem o apoio do Partido Republicano.

Meios de imprensa dos Estados Unidos abordaram declarações do presidente ao apresentador de televisão Dom Francisco, da emissora Univisión, nas quais responsabilizou aos republicanos de não apoiar durante a semana um projeto encaminhado para legalizar jovens e estudantes sem documentos.

Não pudemos realizar esse debate porque nem sequer um republicano esteve disposto a votar pela iniciativa. Portanto isto tem sido uma fonte de frustração, afirmou.

O governante demonstrou sua esperança de que depois de novembro possa se retomar o tema e os republicanos recuperem a sensatez.

O texto, conhecido por suas siglas em inglês como Dream Act, não atingiu os 60 votos necessários no Senado e inclusive três democratas se pronunciaram contra, o que permitirá que seja introduzido em novembro.

Se for assumido como parte da lei de despesas de defesa aqueles que tinham menos de 16 anos quando chegaram ao país e residiram nele ao menos cinco anos e têm um diploma de uma escola secundária estadunidense ou seu equivalente poderiam normalizar seu status.

Ainda que deslocado pela crise econômica, o tema migratório é um assunto importante a cinco semanas das eleições de novembro e pode pesar no balanço do voto dos hispânicos, onde está a maioria dos cerca de 11 milhões de sem documentos que existem no país.

Share

Related posts