My Partner
Sebrae
Census
Lytron
sensus

Israel e ANP dão início a mais uma tentativa de negociar a paz

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, começaram na manhã desta quinta-feira, em Washington, as negociações de paz patrocinadas pelo governo dos EUA. O encontro, o primeiro em dois anos, é mediado pela secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

No discurso de abertura, Netanyahu disse esperar que isralenses e palestinos possam ser “bons vizinhos”.

– Isto (a paz) não será fácil. A paz verdadeira e duradoura só será alcançada com concessões dos dois lados – afirmou o premier. – O povo de Israel e o seu primeiro-ministro estão preparados para seguir por esse caminho para ir longe e alcançar uma paz genuína que traga ao nosso povo segurança, prosperidade e bons vizinhos – acrescentou.

Por sua vez, Abbas disse estar comprometido com as exigências internacionais para a paz na região e pediu que Israel ponha fim a qualquer atividade ligada à ampliação de assentamentos e que remova o embargo à Faixa de Gaza.

Na noite de quarta-feira, o presidente dos EUA, Barack Obama, recebeu os dois líderes na Casa Branca. O chefe de Washington destacou o que considera um momento favorável para um acordo de paz no Oriente Médio e pediu que o fim do que chamou de situação “insustentável” para a região e para o mundo .

Enquanto isso, no Oriente Médio, horas antes do início da retomada das conversações na capital americana, colonos judeus na Cisjordânia ocupada por Israel anunciaram planos de iniciar novas obras em seus enclaves na região , em uma demonstração de força em relação aos islâmicos palestinos.

Do lado palestino, o Hamas se mostrou disposto a dificultar a reunião em Washington. Na terça-feira, integrantes do grupo extremista abriram fogo e mataram quatro colonos judeus nas proximidades de Hebron. O Hamas prometeu continuar atacando israelenses. Nesta quinta-feira, membros do grupo abriram fogo contra um veículo nos arredores do assentamento judeu de Kochav Hashachar, Cisjordânia, ferindo dois israelenses.

Na terça-feira, o Hamas atirou contra um grupo de colonos perto de Hebron e matou quatro deles – incluindo uma mulher grávida.

Share

Related posts