Census
Lytron
My Partner
sensus
Sebrae

Bancos geram mais de 2.800 novos empregos no primeiro trimestre

Os bancos criaram 2.840 novos postos de trabalho no primeiro trimestre de 2010, segundo pesquisa do Dieese divulgada nesta segunda-feira. O número é resultado da admissão de 11.053 e desligamento de 8.213.

Os salários dos novatos, no entanto, é 37,85% inferior em relação aos desligados (R$ 2.197,79 contra R$ 3.536,38), considerando a média das remunerações.

A pesquisa do Dieese, em parceria com a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), leva em consideração os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Ainda de acordo com a pesquisa, o indicador relativo ao estoque de emprego entre janeiro e março de 2010 contrasta com os dados de 2009, quando os bancos fecharam 1.354 postos de trabalho naquele primeiro trimestre. E representa um crescimento de 95,2% em relação ao quarto trimestre do ano passado, período em que as instituições financeiras geraram 1.455 novos empregos.

“A geração de novos postos de trabalho no setor financeiro é uma ótima notícia para a categoria bancária, que na campanha nacional do ano passado tinha a defesa do emprego como uma de suas principais bandeiras”, avalia Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT.

Na comparação com outros segmentos da economia, no entanto, os dados do Caged mostram que o sistema financeiro foi um dos que menos gerou empregos no primeiro trimestre do ano: apenas 0,43% dos 657.259 novos postos de trabalho criados por toda a economia brasileira no período.

Share

Related posts