cultureholidays
Census
Lytron
My Partner

Linha Aberta celebra 25 anos nos Estados Unidos

Texto de BÁRBARA SALVATTI
@EXATACOMUNICACAO

Há 25 anos, os brasileiros que escolheram a Flórida para trabalhar e viver são informados e entretidos com conteúdos editoriais cujo tempero realça o jeito verde e amarelo de comunicar. Quem responde por essa função é a Linha Aberta Magazine, publicação em português direcionada aos brasileiros que vivem nos Estados Unidos.

O aniversário pelo primeiro quarto de século da revista, em ou­tubro de 2020, coloca ainda mais em evidência a relevância da Linha Aberta. Suas páginas, editadas mensalmente, conversam com milhões de brasileiros na Flórida com suas edições impressa e digital e ao redor do mundo através do site linhaaberta.com e das mídias sociais. É um público seleto, que vislumbrou a vida com prosperidade e segurança no país conhecido como a terra das oportunidades. Assim como a publisher do veículo, a jornalista e em­preendedora brasileira Laine Furtado.

VISÃO DE MERCADO

Mineira, ela chegou à Florida em 1991 para acompanhar o então na­morado – hoje marido Joe Souza. Logo percebeu a quantidade de brasileiros que viviam na região e a carência em informações em português para esse público. Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Laine Furtado aproveitou sua chegada à Florida para enriquecer seus conhe­cimentos e estudar Teologia no South Florida Bible College.

Os estudos deram a ideia de lançar uma publicação em português, mais nichada para o público gospel. “Não havia nada nessa área”, lembra Laine. A primeira edição da Linha Aberta chegava ao mercado em outu­bro de 1995.

Durante sete anos, a revista dedicou-se a conversar com um pú­blico específico, mas com seu alcance ganhando cada vez mais notoriedade, Laine resolveu ousar. Promoveu uma reformulação na publicação para am­pliar sua abrangência e, desde então, suas páginas colecionam artigos e matérias voltadas a retratar a reali­dade da comunidade brasileira que mora na Florida. “Sempre tivemos uma presença muito forte como revista bra­sileira nos Estados Unidos e o nosso grande diferencial é ser uma mistura de Vogue e Time, com um layout arro­jado, artigos de fundo e notícias locais, nacionais e internacionais”, destaca a jornalista.

A JORNALISTA LAINE FURTADO FUNDOU A LINHA ABERTA EM OUTUBRO DE 1995

 

TRAJETÓRIA RECONHECIDA PELA CREDIBILIDADE

Consolidada como uma das mais importantes publicações brasileiras na América, a Linha Aberta é reconhecida pela qualidade de seu jornalismo. As pautas relevantes, que vão de comporta­mento a imigração, passando por cultura, política e economia, até chegar ao turis­mo, moda e saúde, são abordadas de for­mas distintas, conferindo a singularidade que sedimentou a atuação da revista no mercado.

O emblemático aniversário deste ano foi reconhecido com o Prêmio Espe­cial do Board do Focus Brasil, mais uma honorífica distinção para a galeria de premiações do veículo. “Receber o reco­nhecimento do Focus Brasil Award pelos 25 anos da Linha Aberta é uma honra. Ao olhar para trás vejo como a gente cres­ceu nesses 25 anos e sabemos que esta conquista foi possível graças ao trabalho de uma equipe pequena, mas compro­missada com a visão de um jornalismo de qualidade. Este prêmio representa a história de todos esses anos. Obrigada Carlos Borges pelo apoio incondicional e ao board of directors do Focus Brasil Awards pelo reconhecimento ao nosso trabalho”.

A Linha Aberta já teve seu trabalho referendado diversas vezes pela Associa­ção Brasileira de Imprensa Internacional (ABI Inter) e pelo Brazilian International Press Awards, do Focus Brasil, com tro­féus e placas condecorativas. Além disso, foi eleita por voto popular e pela diretoria do Focus Brasil como revista do ano, de melhor conteúdo e design e editora do ano, durante estes 25 anos. “Isso é muito importante porque avaliza nosso trabalho jornalístico.”, afirma Laine. Todo esse trabalho é desenvolvido por uma equipe de profissionais que atua entre duas Américas – a do Norte e a do Sul –, mas que está unida com um único propósito: informar com credibilidade o brasileiro de duas pátrias.

PROJETOS E HISTÓRIAS

Atualmente, a Linha Aberta é distri­buída gratuitamente em pontos comer­ciais da comunidade brasileira de Miami a Boca Raton e Orlando. O formato digital da publicação é um importante canal de divulgação e está como uma das prio­ridades da equipe Linha Aberta. A cada mês, o site da revista alcança cerca de 20 mil visitantes únicos, e 30 mil pessoas re­cebem a revista via e-mail, ISSUU e redes sociais (@linhaabertamgazine), o que se torna, também, uma aposta para o futuro.

“Estamos trabalhando para nos superarmos a cada edição, e na área digital seguimos forte com conteúdo de qualidade alcançando nossa comunidade nos Estados Unidos, no Brasil e interna­cionalmente, pelas nossas redes sociais: Facebook (Linha Aberta Brazilian Maga­zize), Instagram @linhaabettamagazine, site (linhaaberta.com) e YouTube, através da Linha Aberta TV”, conta a editora da revista.

Nesses últimos 25 anos, o mercado editorial nos Estados Unidos passou por muitas transformações. O advento da internet, sem dúvida, alterou as estru­turas dos veículos de comunicação, mas aqueles que mantiveram a crença no jornalismo independente não só perma­neceram no mercado como ampliaram sua representatividade. É o caso da Linha Aberta. “Celebrar 25 anos de publicação é uma vitória. Publicar uma revista em português nos Estados Unidos é um de­safio constante, porque alcançamos um mercado muito específico e tudo precisa ser customizado, traduzido, contextuali­zado”, avalia Laine Furtado, que presidiu entre 2014 e 2018 a ABI Inter (Associa­ção Brasileira de Imprensa Internacio­nal) e conhece de perto a realidade da imprensa brasileira no exterior.

RESILIÊNCIA

Junto com os desafios, a Linha Aberta não só acompanhou como, principalmente, contou histórias. Muitas. “Passamos por governos favoráveis e contra a imigração nos EUA, enfrentamos crises como a queda das torres gêmeas em Nova York, a bolha do mercado imo­biliário de 2007 e, agora, a pandemia do coronavírus. Em situações como essas, a comunidade brasileira imigrante é muito afetada, por ser minoria, e com isso, os negócios brasileiros nos EUA”, conta a jornalista.

Mas se há uma coisa que brasi­leiro sabe enfrentar é crise. “Somos uma comunidade resiliente. E a Linha Aberta é uma revista tem se reinventado, enfrentando todos esses períodos de crise, e acima de tudo, permanecendo um veículo de comunicação que mantém sua credibilidade”. A jornalista afirma que não sabe como será o futuro da mídia impressa brasileira nos Estados Unidos, mas de uma coisa temos certeza, somos especialistas em nos reiventar. Afinal de contas, a comunicação e a informação fazem parte da vida de todos nós. Infor­mação é poder. Cheers!”

LAINE FURTADO

FICHA TÉCNICA

PRODUÇÃO: SUZANNE THORSON @BRAZILIANBEAT2

FOTOS: LUCAS CASTRO @CASTRO_4U

RAMON CASTRO @ARTRAWMAN

MAQUIAGEM: MIMI FONDEVILLE @MIMIFONDEVILLE

FILMAGEM: LUCIANO LIMA @MAASLUCIANO

SUZANNE THORSON @BRAZILIANBEAT

JÓIAS: VIANNA BRASIL @VIANNABRASIL_STORE

TEXTO: BARBARA SALVATTI @EXATACOMUNICACAO

SUZANNE THORSON

Share

Related posts