Census
My Partner
Lytron
cultureholidays

Delícias da França

A comida francesa é reconhecida pela sua variedade e re­quinte, sendo hoje considerada uma das cozinhas mais importantes do mundo. Seus principais produtos são manteiga, quei­jos, tomates, ervas finas, carne de porco, linguiças, vegetais, etc.A partir dessa década, a iguaria passou a ser consumi­da no país inteiro.

Os pratos mais tradicionais da França costumam incluir o queijo entre seus ingredientes, devido à grande variedade de queijos que possui a gas­tronomia francesa. Pão, pato ou carne de ganso e cremes ou purês também estão frequentemente presentes nas mesas da maioria das casas e restaurantes na França.

As opções são variadas, mas selecionamos dois tipos de doces que são deliciosos, super tradicionais e que são a marca registrada da França.

CRÊPES

É provavelmente uma das sobremesas mais interna­cionais da gastronomia francesa e vem da Bretanha. É uma massa feita de farinha de trigo doce, que tem a forma de um disco (diâmetro de cerca de 16 mm). Embora sejam normalmente consu­midos como sobremesa com fondue de chocolate, natas ou outro tipo de doce, tam­bém podem ser consumidos com ingredientes salgados.

A própria panqueca é, na verdade, muito parecida com panquecas ou panque­cas, especialmente comidas na culinária canadense. A diferença é que a espessura de um crepe é muito menor do que a normalmente dada às panquecas.

Para obter bons resultados na confecção de crepes, é fundamental ter os utensílios adequados. Assim, é impres­cindível usar uma panela o mais plana possível, pois devemos trabalhar com uma espátula. Existem panelas para o preparo de crepes chamadas creperas, que são ideais para obter excelentes resultados

MACARONS

O macaron em francês e o macaroon em espanhol é um tipo de biscoito de origem francesa que ganhou fama mundial. É preparado com clara de ovo, amêndoa moída, açúcar e açúcar de confeiteiro. No entanto, trata-se, na verdade, de uma sobremesa de origem italiana (maccarone em italiano) que já era consumida neste país durante o século XVI.

Na origem, o macaroon não tinha recheio, mas consistia apenas em duas cúpulas redondas com base plana. No entanto, isso mudou muito ao longo do tempo, pois hoje em dia eles não só têm sempre um recheio (chama­do ganache), mas podem ser encontrados nos mais variados sabores.

Dessa forma, os macarons atuais são considerados mais um bolo do que um simples biscoito. É importante não confundi-los com outro doce chamado macaroon, feito com pasta de amêndoa.

A culinária suíça tem uma sobremesa muito parecida com o que chamam de Luxemburgerli. Com quase a mesma aparência do maca­roon, a diferença entre eles é que o luxemburgerli é menor em tamanho (aprox. 2,5 cm de diâmetro) e mais macio ao toque.

Share

Related posts