cultureholidays
Census
My Partner
Lytron

Bodas de Prata

A emoção toma conta do casal. Afinal são 25 anos juntos, uma história de lutas e vitórias, alegrias, tristezas e a conquista da vida: Bodas de Prata. Existe uma alegria em comemorar a existên­cia da firma, até porque são poucas empresas que vencem o desafio de estar no mercado há 25 anos. Alguns funcionários, os mais antigos serão reconhecidos, assim como os clientes, pois participaram nas alegrias, em alguns reveses e tantas vitórias durante esses anos.

O casal, no seu tempo, senta-se num sofá e começa a folhear o álbum com muitas fotos e de tantas recordações. A memória traz de volta a individualidade de cada um. Como se fossem baús cobertos de poeira do tempo. Lembranças secretas emergem, algumas cau­sando alegria, satisfação, provocando sorrisos imperceptíveis. Outras, ferindo a própria saudade.

O empreendedor, senhor do sonho ini­cial, chamou aqueles que lhe eram próximos e numa conversa informal, entre um cafezinho e outro, foi declinando os anos de trabalhos, de noites mal dormidas, de preocupações e dos clientes que durante todo esse tempo estive­ram juntos, como parceiros dessa empreitada. Hoje, de cabelos brancos, imagina que poderia começar tudo de novo, corrigindo erros, talvez buscando novos sonhos e novas vitórias.

OS FATOS E A REALIDADE

A vida é feita de pessoas! Um casamento é feito de gente. Uma empresa também é feita de pessoas. Portanto sujeitas as influências internas e externas.

O mundo está mudando, mas poderíamos dizer o mundo está em constante mudança, e cada vez mais rápidas e dinâmicas. No entanto algumas das premissas jamais poderão deixar de ser os alicerces empresariais e familiares: a ética, que é indiscutível, e o cuidado com as pessoas. Se o homem e a mulher não cuidarem um do outro, no dia a dia, com certeza a união estará fadada a terminar.

Na Bíblia, através da Carta aos Efésios diz: Mulheres sejam submissas ao seu próprio marido como ao Senhor. Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama. (Efésios 5:22 e 28).

E quem são as pessoas de uma empresa? Peter Drucker, considerado pai da administra­ção moderna, considera as pessoas das empre­sas é o funcionário e o cliente. Se não lhes tratarem bem e não derem a devida atenção o próprio mercado rejeitará o empreendimento.

Um acontecimento terrível pode gerar um abalo no mercado e ocasionar o fim do negócio, assim como pode determinar o fim do relacionamento. Há também surpresas agradáveis num casamento e também junto aos empreendedores dando um novo impulso, uma nova vida.

Novas tecnologias podem ser um novo patamar ao empreendimento. Um fato inusitado ou catastrófico pode gerar um novo horizonte empresarial.

Não precisamos voltar aos tempos pas­sados, mas o vírus que assolou o mundo está mudando o comportamento empresarial. Não só pelas vendas pela internet, que algumas empresas chegam a afirmar que 60% de seus produtos são comercializados pelo sistema “e­-commerce”, mas também relações de empre­go, home office, aulas, conferências, reuniões, cursos, tudo passando pela internet

Assim é a vida empresarial e a vida conjugal, uma sucessão de momentos únicos.

MAS O QUE FALAR DE UMA REVISTA COM 25 ANOS DE EXISTÊNCIA?

Há 25 anos, nasceu o sonho de uma empreendedora mineira, que havia chegado do Brasil para morar na Flórida. Lançar uma revista para brasileiros porque percebeu que faltava um veículo que pudesse ser um entre­tenimento, que trouxesse variadas notícias para a população verde-amarela residente no sul da Flórida. Laine Furtado soube aproveitar a oportunidade.

OPORTUNIDADE É UMA DAS QUALIDA­DES INERENTES AO EMPREENDEDOR.

A Linha Aberta teve a ousadia de ser das primeiras revistas brasileiras impressas nos Estados Unidos. Começou como uma revista gospel, sendo que sua primeira publicação aconteceu em outubro de 1995. Alguns anos depois mudou trazendo matérias sobre os mais diversos assuntos como informações sobre o cotidiano dos brasileiros na América, comportamento, cultura, imigração, lazer, moda e tantas outras notícias. Soube mudar quando foi necessário!

Sabemos das dificuldades, alegrias e de­cepções que uma revista leva na sua história, mas é nas suas edições mensais ininterruptas, que sempre apresentaram páginas muito bem diagramadas e com conteúdo cuidadosamente elaborados. Dessa forma teve o reconheci­mento do Brazilian Internacional Press Award e em 2008, Laine Furtado foi agraciada com o troféu Editora do Ano. Em 2011 Giovana Marques foi premiada como a melhor designer gráfica.

E quando parabenizando os 25 anos da revista Linha Aberta – Bodas de Prata, queremos falar de Laine Furtado, uma empre­endedora. Que continue suas lutas e vitórias e principalmente abençoada e iluminada por Deus.

“Falar desses anos de Linha Aberta é como voltar no tempo e ver como temos crescido junto com a comunidade brasileira nos Estados Unidos. Esta edição celebra uma trajetória de lutas, desafios e conquistas da revista Linha Aberta. Com certeza uma edição especial – é uma conquista diária na busca da excelência” . (Laine Furtado – Editorial dos 20 anos da Revista Linha Aberta)

Share

Related posts