Lytron
My Partner
Census
cultureholidays

Marco Amselem, a história de sucesso do esportista e empresário brasileiro

MARCO AMSELEM TEM 7 VITÓRIAS NAS ETAPAS DO CIRCUITO MUNDIAL DE CORRIDA DE AVENTURA AR WORLD SERIES

Marco Amselem é um atleta brasileiro que tem sido sucesso nos esportes e como empresário. Eletem 7 vitórias nas etapas do circuito mundial de corrida de aventura – AR World Series – e dois segundo lugares no mundial de corrida de aventura – Adventure Racing World Championship. Com sete vitórias no circuito mundial (AR World Series), ele é o primeiro e mais bem-sucedido atleta brasileiro na corrida de aventura. Atualmente a equipe dele, Vidaraid está entre as top 5 melhores do mundo.

Marco continua treinando, mas todas as competições para 2020 foram canceladas. “Ainda quero ser campeão do mundo e acredito que tenho pelo menos mais 10 anos para tentar esse objetivo. Ele conta que em 2021, as únicas provas decididas até agora são uma etapa do mundial, no Oregon, e o mundial de aventura no final do ano que ainda será anunciado.

“Em agosto estreia uma série da Amazon Prime de 10 episódios sobre o World’s Toughest Race: Eco-Challenge Fiji, competição da qual eu e meu time de corrida de aventura participamos no ano passado”, compartilhou. Com ela o esporte ganhará uma exposição jamais vista até hoje. “Vou seguir competindo as provas do circuito mundial e o campeonato mundial nos próximos anos”, disse Marco.

O atleta de 34 anos de San Diego nasceu em São Paulo, Brasil. Sua introdução às corridas de aventura ocorreu em 2008, quando um amigo da faculdade disse que faltava uma pessoa para completar uma equipe.Ele é formado em Desenho Industrial pela FAAP, em São Paulo.

Em 2010 mudou-se para San Diego, para fazer um MBA e dar sequência aos seus treinos de corrida de aventura. “Eu não conhecia o esporte. O único contato que tive com corridas de aventura foi através de um programa de TV chamado Eco-Challenge, exibido no Discovery Channel ”, um programa que ele assistiu junto com uma de suas duas irmãs mais velhas, Cristiana Menichelli.

Para Amselem o esporte não apenas se tornou parte de sua identidade, mas também o ensinou a focar e resolver problemas enfrentando-os um de cada vez. “As corridas de aventura me ensinaram isso. Não olho para o quadro geral quando estou correndo. Se você tem uma corrida de 7 dias e no segundo dia pensa que ainda tem mais cinco pela frente, desiste ”, explicou.

Mas nem só de espostes vive Marco Amselem.No final de 2016, ele abriu a Pasokin a primeira e única fabricante de paçoca nos Estados Unidos. Importou as máquinas do Brasil, desenvolveu a própria receita e se lançou de cabeça na missão de apresentar ao consumidor americano um jeito diferente de comer peanut butter. Marco sempre amou paçoca e resolveu fazer uma versão campeã, com o melhor amendoim americano. É ele quem faz a torra e toca a produção das versões Original e Cocoa Crunch de paçoca, que ele chamou de PB Bites, e do PB Crumbs, que seria a farofa de paçoca.

Por ele ser esportista, foram os atletas do círculo dele os primeiros a conhecer a Pasokin. Hoje, ciclistas, triatletas, escaladores, surfistas, hikers representam uma fatia diferenciada dos consumidores de paçoca nos Estados Unidos, pois veem nas PB Bites uma alternativa para as energy bars. Os veganos também se destacam entre os novos consumidores. A reação de quem prova pela primeira vez a Pasokin é sempre de surpresa. Dizem que nunca comeram nada igual e ao mesmo tempo identificam e se deliciam com o sabor familiar de peanut butter. As vendas são feitas pelo site, na Amazon e supermercados da costa oeste e leste, no Colorado, Texas, Flórida, entre outros estados.

Share

Related posts