cultureholidays
My Partner
Lytron

Federer supera craques do futebol e faz história como o mais bem pago da história

A revista ‘Forbes’ divulgou sua lista de 2020 de atletas mais bem pagos do mundo, entre junho de 2019 e 2020. O ranking já tradicional teve uma surpresa na primeira colocação: ao invés de Messi ou Cristiano Ronaldo, quem liderou foi Roger Federer…

O tenista suíço recebeu 106,3 milhões de dólares. Deste valor, apenas 6,3 milhões foram de salários ou de premiações de torneios. Os outros 100 milhões de dólares foram fruto de patrocínios de Federer.

Os três atletas seguintes são jogadores de futebol. Cristiano Ronaldo, Messi e o brasileiro Neymar. Ao contrário de Federer, os maiores vencimentos deles foram realmente em seus salários. CR7 embolsou 60 milhões de dólares de salários e mais 45 milhões de dólares em patrocínios, totalizando 105 milhões de dólares.

O argentino do Barcelona teve o maior salário entre os jogadores de futebol: 72 milhões de dólares (R$ 384 milhões), além de mais 32 milhões de dólares em patrocínios. Somando, o camisa 10 culé recebeu 104 milhões de dólares no período. Neymar, o único brasileiro entre os 50 mais bem pagos, recebeu 70,5 milhões de euros em salários do PSG e 25 milhões de dólares adicionais. No total, foram 95,5 milhões de dólares para o astro.

Apenas mais um brasileiro apareceu na lista. Oscar, na 56ª colocação. O meia, que hoje joga na China, teve vencimentos de 27,5 milhões de dólares.

Também vale destacar a presença de duas tenistas: Naomi Osaka e Serena Williams, únicas mulheres a figurar no top-100 da ‘Forbes’. Osaka ficou na 29ª colocação, com vencimentos de 37,4 milhões de dólares e Williams, em 32º, recebendo 36 milhões de dólares (R$ no período avaliado pela revista.

Share

Related posts