Lytron
My Partner
cultureholidays

Como Começar a Guardar para a Aposentadoria

Todos nós sabemos que deveríamos estar guardando o dinheiro para o futuro. Sabemos que chegará um momento em que não vamos querer ou mesmo poder trabalhar e gerar renda no mesmo ritmo que fizemos durante toda a vida e que nesse momento é preciso ter uma fonte de renda que não dependa do nosso trabalho. Muitos chamam esse momento de aposentadoria. Outros não gostam muito do termo e dizem “nunca vou me aposentar”, “não consigo ficar parado” e outras frases parecidas. Mas a verdade é que, quer você enxergue isso agora ou não, o momento vai chegar em que você vai querer poder ter a opção de trabalhar menos, trabalhar por prazer, para se manter ativo, talvez continuar envolvi­do no seu negócio que construiu durante toda uma vida, mas ao mesmo tempo desacelerar, viajar, curtir, descansar. Para fins desse artigo, vamos chamar essa fase de aposentadoria, quer você deseje passar esse tempo lendo bons livros na rede ou viajando ao redor do mundo. Ambos estilos de vida vão requerer uma fonte de renda que não dependa do seu trabalho. Dependendo de que em fase você está na sua vida, pode parecer que a aposentadoria está muito longe e você ainda não precisa se preocupar com isso, ou está muito perto e agora é tarde de­mais para fazer alguma diferença. A verdade é que independentemente da sua idade, ou de quanto você ganha no momento, você está exatamente no momento ideal para começar a guardar para a aposentadoria: AGORA! Aqui vão algumas dicas de como começar o processo. Você sempre vai poder melhorar: guardar mais, ter melhores rendimentos, etc. Mas o mais importante é começar!

PAGUE A SI MESMO PRIMEIRO

A partir de hoje você precisa parar de pensar em guardar para o futuro como opcional. Não pode ser algo que você faz somente se sobrar dinheiro depois de todas as despesas essencial e gastos extras. Você precisa encarar a sua poupança como uma con­ta a pagar, uma conta a pagar com o seu futuro. Essa conta é tão importante quanto, senão mais importan­te do que as contas que você considera essenciais hoje como o mortgage, ou aluguel, água, luz e telefone!

Você não trata o mortgage como opcional, trata? Você se pergunta todo mês se esse mês vai sobrar dinheiro depois de jantar fora, comprar roupas ou viajar no feriado para pagar o mortgage? Claro que não! O que é essencial vem primeiro e o resto precisa se adequar. A sua poupança para o futuro é exatamente assim e deve ser a primeira linha no seu orçamento familiar com a prioridade mais alta.

AUTOMATIZE O PROCESSO

Na mesma linha de encarar a sua poupan­ça para a aposentadoria como uma conta, faça aquilo que você faz com todas as suas outras contas: automatize! Por que nós automatizamos as contas essenciais? Para não correr o risco de esquecer e sofrer as consequências negativas se isso acontecer. No caso da sua aposentadoria você não vai ter um efeito negativo imediato se “esquecer” de pagar a conta. As luzes não vão se pagar e você não vai perder a sua casa. Os efeitos negativos demoram muito mais para acontecer, mas são muito mais difíceis de reverter.

PENSE EM TERMOS DE RENDA

Uma das maiores dificuldades que as pessoas têm ao começar a guardar dinheiro para o futuro é saber quanto guardar hoje para ter o suficiente no futuro para cobrir as suas necessidades e o estilo de vida que desejam viver na aposentadoria (ler bons livros na rede custa menos do que viajar ao redor do mundo, por exemplo).

A melhor maneira de pensar em quanto é preciso ter no futuro é pensar da mesma maneira que você pensa no presente: em termos de renda mensal.

Se você usar o seu estilo de vida atual como ponto de partida, pode fazer ajustes a partir daí. Por exemplo, se você deseja ter o mesmo estilo de vida que tem hoje na aposentadoria, vai precisar do mesmo nível de renda? Depende. Você tem filhos pequenos que geram despesas hoje, mas vão ser independentes financeiramente quando você se aposentar? O seu mortgage vai estar pago até lá? Talvez você precise menos renda. Por outro lado, se você já está mais perto da aposentadoria, não tem filhos morando em casa e deseja viajar muito mais quando se aposentar. Talvez você precise mais renda.

Como gerar renda para a aposentadoria? Existem várias opções a considerar como imóveis e produtos financeiros específicos para a geração de renda garantida. É importante procurar um profissio­nal licenciado experiente que possa te educar sobre os diferentes produtos e te ajudar a escolher as melhores opções para os seus objetivos.

Marina Couto é fundadora da Agência de Consultoria Financeira Brazillionaires com Gustavo Couto. Eles se dedicam a educar os brasileiros sobre finanças nos EUA, e, juntamente com sua equipe, prestam consultoria com foco em proteção patrimonial, acumulação de capital sem risco de perda e geração de renda vitalícia. E-mail: marina@fiveringsflorida.com

 

Texto MARINA COUTO
@dinheironoseua

Share

Related posts