Lytron
My Partner
cultureholidays

Estados Unidos Oficializam Apoio à Entrada do Brasil na OCDE

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DO BRASIL INFORMOU QUE O GOVERNO
AMERICANO APRESENTOU RECOMENDAÇÃO A CONSELHO DE GRUPO DE PAÍSES RICOS

O governo dos Estados Unidos apresentou ao Conselho da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) uma recomendação formal para que o Brasil entre no grupo formado pelos países mais desenvolvidos do mundo, segun­do informações do Itamaraty. A OCDE funciona como uma espécie de clube dos 36 países mais ricos do mundo e atua na cooperação e discussão de políti­cas públicas e econômicas para guiar as nações associadas. Para fazer parte, é preciso seguir uma série de medidas eco­nômicas liberais, como controle fiscal e da inflação.

Em troca, o país recebe um “selo” de investimento e pode se tornar mais atrativo. O governo brasileiro comemo­rou a oficialização do apoio americano e disse que a iniciativa “reflete o amadure­cimento de uma parceria que vem sendo construída desde o início do governo Bolsonaro”.

A entrada no Brasil na organização havia sido solicitada em 2017, mas não prosperou. No ano passado, o presi­dente Jair Bolsonaro levou o pedido ao presidente americano, Donald Trump, que afirmou apoiar a iniciativa. Em outubro, porém, o governo americano acabou endossando apenas a entrada da Argentina e da Romênia no grupo. O fato foi recebido com insatisfação pelo governo brasileiro, que realizou diversas concessões aos americanos nos últimos meses.

A posição da gestão Donald Trump foi revista com a nova manifestação des­ta quarta junto à OCDE, recomendando a inserção do Brasil no lugar da Argenti­na. Em nota, a embaixada dos EUA em Brasília afirma que “o governo brasileiro está trabalhando para alinhar as suas políticas econômicas aos padrões da OCDE enquanto prioriza a adesão à or­ganização para reforçar as suas reformas políticas”, disse. O Brasil é um dos seis candidatos a iniciar o processo de entra­da nesse organismo internacional, mas os EUA vinham defendendo que Argentina e Romênia entrassem primeiro. Agora, pa­recem ter mudado de ideia e substituído o pleito argentino pelo brasileiro.

Share

Related posts