cultureholidays
Census
My Partner
Lytron

Fabiana Karla

Texto ALETHÉA MANTOVANI
@ALETHEAMANTOVANI

A ATRIZ, HUMORISTA, ESCRITORA E APRESENTADORA DO NOVO PROGRAMA DA TV GLOBO “SE JOGA” FALA DA CARREIRA E DA VIDA PESSOAL

Fabiana Karla é multifacetada quando o assunto é a sua carreira, afinal ela é atriz, humorista, escritora, estrela de diversas campanhas publicitárias, produtora e agora, a mais nova apresentadora da TV Globo. Ela estreou recentemente o programa “Se Joga”, ao lado de Érico Brás e Fernanda Gentil e está fazendo muito sucesso na nova função. Além disso, está na versão atual da “Escolinha do Professor Raimundo” e nos filmes “Lucicreide Vai Pra Marte”, gravado na NASA, e “Uma Pitada de Sorte”, que serão lançados em breve.

Na vida pessoal, ela já foi casada duas vezes e tem três filhos, os adolescentes Samuel, Beatriz e Laura. Agora, no auge dos seus 44 anos, Fabiana está vivendo um novo romance com Diogo Mello, que lhe pediu em casamento ao vivo no “Se Joga” há poucas semanas.

Confira a seguir a entrevista que a atriz concedeu à Linha Aberta Brazilian Magazine.

LINHA ABERTA: Desde cedo você já sabia da sua predileção pela carreira de atriz? Como e quando isso aconteceu?

FABIANA KARLA: Eu não tinha a pretensão de ser atriz quando criança, mas gostava de fazer os outros rirem, gostava de me comunicar, imitar as pessoas e cantar. Eu era espontânea e comunicativa, mas não pretensiosa ao ponto de imaginar que pudesse ser atriz.

Aos poucos, a “caixa mágica” foi me encantando, o universo da TV. Eu adorava observar as pessoas, os artistas, gostava de rir com os comediantes. Além disso, eu prestava atenção nas pessoas de personalidade forte como a Dercy Gonçalves, o Chacrinha, pois eu gostava muito do entretenimento e do show. Eu ficava horas assistindo “Os Trapalhões” e vários outros programas que me chamavam a atenção. Era um mundo que eu desejava estar, mas não sabia como. Então, eu comecei a fazer trabalhos no formato de teatro na escola, com personagens e participava de festivais e de grupos religiosos com os meus colegas. Em todos eles eu passei a exercitar o meu lado teatral, mas sempre visando a TV.

LINHA ABERTA: Quais são os seus ídolos e as pessoas que te inspiram na carreira? FABIANA KARLA: A Regina Casé sempre foi uma grande inspiração como atriz e apresentadora. Eu amava a “Tina Pepper”, que era a personagem dela na novela “Cambalacho”. A Glória Pires e a Claudia Raia também são mulheres versáteis, sensíveis e admiráveis. Estou cotando aqui alguns nomes e não poderia deixar de mencionar a nossa diva Fernanda Montenegro. Mas, a maior matéria-prima para a minha inspiração sempre foi o povo. Adoro observar as pessoas – o olhar, os trejeitos e o comportamento. Isso me ajuda nas construções de personagem e me aproxima do meu público.

LINHA ABERTA: Como está sendo para você essa nova experiência como apresentadora do “Se Joga”?

FABIANA KARLA: Está sendo uma experiência maravilhosa, um grande aprendizado, um deleite, pois eu sempre quis estar à frente das câmeras, me comunicando com as pessoas e, portanto, acho que é um momento muito especial da minha carreira. É a forma de estreitar a distância do telespectador com a TV, e acho que isso é muito gostoso, pois a adrenalina do ao vivo é desafiadora e surpreendente. Isso faz parte dos meus desafios e eu estou me sentindo muito feliz, pois é uma fase nova e que eu estou muito empenhada em curtir cada minuto.

LINHA ABERTA: O que lhe dá mais satisfação: representar, fazer as pessoas rirem, escrever livros – afinal você já está finalizando a sua terceira obra, o “Mães com Açúcar” – ou conduzir um programa ao vivo? Por quê?

FABIANA KARLA: Eu gosto de fazer o que me move, portanto eu digo que estou aberta ao que me inspira, eu tenho alma de artista. Então, se essas manifestações serão por meio da música, pela escrita de um livro, dançando ou atuando eu não sei, pois eu faço o que me move. Eu estou extremamente empenhada em desfrutar desse momento de apresentadora e comunicadora e isso é o que está me movendo agora. Eu estou me divertindo, curtindo, experimentando uma fase diferente da minha carreira e descobrindo novos caminhos. Eu ainda preciso aprender muitas coisas, mas estou adorando desbravar esse caminho. O programa ao vivo é muito desafiador, empolgante e a gente se acostuma com essa adrenalina, com a sensação gostosa desse desafio e isso acaba viciando. No teatro eu já tinha a experiência de fazer o ao vivo, mas agora eu faço para uma TV aberta. Eu acho que é a mesma adrenalina, mas tem um sabor diferente. Por isso, a gente fica com tanta vontade de fazer, de dar certo, faz reuniões de pauta e sugere coisas que o telespectador irá gostar. Então, nós temos uma propriedade ainda maior quando se trata de um programa, pois nos envolvemos ainda mais. E é isso que eu tenho respirado nos últimos meses.

LINHA ABERTA: Fale um pouco sobre a sua experiência como protagonista e produtora do longa-metragem “Lucicreide Vai Pra Marte” – que foi gravado na NASA e tem algumas cenas com gravidade zero – e também do filme “Uma Pitada de Sorte”.

FABIANA KARLA: Fazer cinema tem sido uma tarefa hercúlea e muito árdua, porque estamos aí com filmes que estão prontos, como o “Lucicreide Vai Pra Marte” e “Uma Pitada de Sorte”, mas que não têm previsão de lançamento. Porém, eu estou sempre confiante e espero poder colocá-los na tela. Do filme “Uma Pitada de Sorte” eu sou apenas protagonista, aliás, foi a minha primeira experiência e eu amei fazê-lo. Já no “Lucicreide Vai Pra Marte” eu me envolvi muito mais, pois também sou produtora e dividi esse trabalho com mais dois amigos. Nesse filme eu me senti com uma responsabilidade ainda maior, pois me envolvi muito. É uma comédia que foi gravada na NASA, no Cabo Canaveral, e que foi uma alegria, pois eu tive o privilégio de conseguir isso graças ao nosso querido astronauta Marcos Pontes, que negociou essa logística e a gravação. Isso vai ficar eternizado na minha carreira. Então, eu estou muito ansiosa para que essa cena cinematográfica se ajuste e possamos estrear em breve.

LINHA ABERTA: Você já pensou em projetar a sua carreira para âmbito internacional, nos Estados Unidos, por exemplo?

FABIANA KARLA: Eu sempre tive vontade de expandir a minha carreira artística, mas estou concentrada agora com o meu público brasileiro, que me dá muita alegria. Eu tenho muitos fãs e uma carreira consolidada, mas eu estudo inglês, pois, em algum momento, posso ter que fazer uma entrevista nesse idioma e eu não gosto de estar limitada. Eu já falo um pouco de espanhol e tenho um desejo secreto e que vou revelar para vocês, que é de expandir os meus horizontes e atuar na TV latina. Eu gostaria muito de fazer um filme para essa comunidade, mas eu quero primeiro me preparar e entender mais desse universo, para depois poder me aventurar.

LINHA ABERTA: Você está vivendo um novo relacionamento com Diogo Mello, e inclusive foi pedida em casamento ao vivo durante o “Se Joga”. Como está sendo esse novo momento a dois? Você pretende ter mais filhos?

FABIANA KARLA: Eu estou em um novo relacionamento com o Diogo Mello e o nosso sentimento é de que já estamos casados, até porque ele me pediu em casamento no palco do “Se Joga” e eu fiquei sem fôlego, pois foi uma grata surpresa. Quanto a ter filhos, eu adoro criança, mas já tenho os meus filhos crescidos e criados, a Laura a Beatriz e o Samuel. Já o Diogo tem o filho dele, o Thor, que irá fazer três anos. Então, o desejo de ter mais filhos zerou quando o Diogo entrou na minha vida, pois ele já veio com pacote completo. O Thor tem a mãe dele que o cuida, mas quando ele está comigo e com o Diogo, nós o cuidamos juntos. Portanto, a minha vontade de ter mais filhos consegue ser saciada quando estamos com o Thor e, futuramente, eu espero ter os meus netos.

LINHA ABERTA: Você emagreceu 20 quilos há um ano. O que você fez para perder peso e quais os cuidados de beleza e saúde que você tem habitualmente?

FABIANA KARLA: Eu realmente perdi 20 quilos e não foi por estética, mas pela questão da saúde. Eu fiz uma reeducação alimentar e comecei a me tratar, tive os cuidados da minha nutricionista, de um endocrinologista, e a equipe médica que eu escolhi para fazer esse tratamento foi de suma importância. Recentemente, a minha nutricionista Luna Azevedo me mostrou que eu estou com esse peso há mais de um ano, e isso foi resultado de uma reeducação mesmo, pois eu tenho feito um cardápio com comidas mais saudáveis, onde eu não me privo de nada, apenas faço escolhas melhores. Eu tomo leite de amêndoas, de coco, de arroz e de aveia. O açúcar e a manteiga são de coco, e eu preferi tirar o glúten o máximo que eu pude, mas de uma forma que não me deixe angustiada. São escolhas que eu fiz para ter mais qualidade de vida e mais saúde. Hoje eu tenho que comer nas horas certas, até por conta do programa ao vivo.

Uma dica de beleza que eu dou é nunca dormir com maquiagem, usar sempre protetor solar e manter uma boa hidratação da pele.

Eu faço um tratamento maravilhoso para a pele com o auxílio de uma dermatologista que eu adoro. A idade vem chegando e penso que é importante conhecermos a nossa pele e o nosso cabelo. Eu também evito comer alguns alimentos, pois acho que eles responderão na minha pele.

Além disso, eu também faço drenagem linfática pelo menos uma vez por semana, porque eu tenho muita retenção de líquido. Essa massagem melhora a circulação e relaxa.

LINHA ABERTA: Qual o projeto que você ainda não realizou, mas que pretende colocar como meta para o próximo ano?

FABIANA KARLA: Eu tinha muito desejo de virar comunicadora na Globo e isso eu realizei. A minha vontade agora é, cada vez mais, me empenhar para que esse programa fique cada vez melhor, junto com o Érico Brás e a Fernanda Gentil. Espero que esse time possa levar ao vivo, todos os dias, a alegria com informação para a casa das pessoas, e que isso seja uma boa opção de entretenimento.

Então, acho que eu estou me empenhando cada vez mais com esse projeto e não quero, por enquanto, tirar o foco desse trabalho, mas concentrar todas as minhas energias no “Se Joga”.

Texto Alethéa Mantovani
@aletheamantovani

Share

Related posts