Lytron
My Partner
cultureholidays

Entrevista – Eagle Tax nos EUA

PAULO E PRISCILLA OLIVEIRA

Em 1991 Paulo Oliveira e a esposa Prisicilla Oliveira se formaram em contabilidade no Brasil. A cerimônia de formatura aconteceu no mesmo dia e hora. Por isso, eles não puderam ir a formatura um do outro. “Quando nos encontramos após a nossa formatura decidimos vir para os Estados Unidos e aqui chegamos em 1992”, conta Pau­lo, que hoe tem Eagle Tax Representation, com Priscilla. No Brasil, formado em Contabilidade e registrado no CRC, logo antes da sua vinda para os Estados Unidos, ele traba­lhou na Ford New Holland do Brasil como Contador, que pertencia ao grupo Ford Tractors nos Estados Unidos. “Desde então tinha muito contato com a Ford Tractors na Pensilvannia e gostava muito da forma profissional que a empresa conduzia a contabilidade da qual eu era responsavel. E com isso me apaixonei por Contablidade Internacional . Desde então, sempre desejou morar nos Estados Unidos. Com 6 meses de América, ele já estava trabalhando para a Streicher Mobile Fueling. E este ano a Eagle Tax, sua empresa de contabilidade, celebra 25 anos. Conheça a história de Paulo e Priscilla Oliveira nesta entrevista exclusiva para a Linha Aberta.

LINHA ABERTA: Como surgiu a oportunidade de trabalhar com contabilidade nos EUA?

PAULO OLIVEIRA: Com 6 meses de Estados Unidos fui contratado pela empresa Streicher Mobile Fueling, onde trabalhei por 15 anos, onde 9 destes anos fui Gerente Contábil no Departamento de Contabilidade e Finanças , até que esta empresa se tornou pública, onde tive a chance de aprender e crescer dentro da empresa. Neste meio tempo, fiz diversos cursos na área contábil e fiscal. Como já tinha a minha formatura e experiência em Contabi­lidade, percebi que a área fiscal e a auditoria eram importantes e busquei especialização. Fui aprovado diante do IRS como E.A. (Enrolled Agent), um dos maiores níveis nas áreas Fiscal e de Auditoria. Tão logo passei nos testes fui contratado pela empresa HR Block para ministrar nestas duas áreas.

LINHA ABERTA: A Eagle Tax está celebrando 25 anos. Conte um pouco da sua trajetória.

PAULO OLIVEIRA: Desde 1992 eu trabalhava em casa sob o nome de Paulo Oliveira, EA, onde fazia Contabilidade e Impostos des Pessoas Física e Jurídica, conciliando ao mesmo tempo os empre­gos na Streicher Mobile Fueling e na H&R Block e meu Mestrado em Contabilidade nos USA. Tempos depois, eu e minha esposa Priscilla decidimos nos dedicar somente aos nossos negócios, criando o nome EAGLE TAX REPRESENTATION, CORP. No decorrer dos anos, conseguimos a fidelidade dos nossos clientes, o que sempre foi a nossa meta, e hoje contamos com clientes que estão conosco desde o tempo de nosso escritório residencial. Isto está ligado diretamente a ética profissional tanto do empresariado como da Eagle Tax. Desde então, nos afiliamos a diversas Associações de Pro­fissionais da área Contábil e Fiscal trazendo uma informação renovada pelos Códigos do Tesouro e conseguindo muitas vantagens aos clientes que representamos e que mostra um portifólio de mais de $4,000.000.00 em casos ganhos em favor de nossos clientes. Tirei o meu Mestrado (MBA) em Contabilidade e Finanças através da Devry Univer­sity, atendendo classes em Miami, Fort Lauderdale e Plantation, com isso, me formei nos dois países. (USA e Brasil). Sempre apoiamos nossa comunida­de e um exemplo disso que posso destacar é que a Eagle Tax já foi sponsor em 2 casos de Imigraçãoo e também na legalização de mais duas pessoas. Treinamos e professionalizamos todos os nossos funcionários com cursos, seminários e viagens, atendendo ao mais alto treino na área Fiscal que é o Forum do IRS. Somos orgulhosos de poder ajudar pois um dia também fomos ajudados.

LINHA ABERTA: Quais os principais desafios da contabilidade como profissão?

PAULO OLIVEIRA: O maior desafio da área é a constante mudança nos Códigos na Área Fiscal, o que passa a ser uma das nossas maiores preo­cupações. Esta também é uma preocupação do empresário que precisa ter uma assessoria que proteja sua empresa.

LINHA ABERTA: Quais as principais preocupações do empresário brasileiro em relação à contabilida­de de suas empresas?

PAULO E PRISCILLA OLIVEIRA: Todo empresário deve ser instruído que somente despesas pertinentes ao seu negócio podem ser alocadas usando as con­tas bancárias da empresa, isto difere um pouco de tipos de empresas, onde é possível no Brasil, porém não nos Estados Unidos. O empresário brasileiro deve fazer um estudo tributário de acordo com a sua situação imigratória e ver quais seriam as empresas mais vantajosas com relação a impostos, entender como a sua empresa está alocada e quais são as obrigações pertinentes. As multas são altís­simas, o que traz uma responsabilidade extra tanto para os empresários como para os professionais da área. Um bom planejamento junto ao empresariado brasileiro será uma grande contribuição para seu crescimento e sucesso profissional e empresarial.

LINHA ABERTA: Se o empresário cai na malha finando Tio Sam, o que ele deve fazer?

PAULO OLIVEIRA: O Taxpayer precisa de um profissional que possa representá-lo, talvez seja algo mais simples porém, o Agente do IRS conhece e muito bem as leis. Em toda situação o Taxpayer precisa ter a documentação (Recibos/Faturas/ Contratos) que possam substanciar as depezas e receitas alocadas.

LINHA ABERTA: Estamos na época de declaração de impostos. Qual o conselho que você daria para os empresários brasileiros ao fazer seu Income Tax?

PAULO OLIVEIRA: Declaração de Impostos e um planejamento do ano inteiro, isto afeta no Plano de Saúde, Faculdade dos filhos, Aposentadoria, entre tantos. Tenha uma reunião com o teu Contador e veja quais seriam as opções ideaiss para que haja tal investimento e consequentemente reduzir os impostos a pagar.

 

Texto @LAINEFURTADO

Share

Related posts