cultureholidays
My Partner
Lytron

Construa o Alicerce Financeiro para a Próxima Década

Você construiria uma casa sem uma fundação sólida? Claro que não! Você não começaria a levantar paredes sem uma fundação, pois sabe que assim que batesse o primeiro vento, logo a casa cairia. Infelizmente, quando se trata de finanças, muitas pessoas invertem a ordem da construção do seu futuro financeiro e ignoram a fase da fundação, deixando todo o patrimônio que estão construindo (negócios, investimentos, etc) vulneráveis a uma tempestade financeira que pode botar a casa abaixo. Em termos financeiros, fundação significa 2 coisas: organização e proteção. Organização é o princípio financeiro mais básico e significa entender o fluxo do dinheiro dentro da sua casa ou negócio. Quanto se ganha e quanto se gasta, mantendo sempre a linha da renda acima da linha das despesas, ou seja, finanças no positivo! O material de construção do seu futuro financeiro vem da diferença positiva entre a renda e as despesas. Quanto maior a diferença, mais você consegue construir! Se as finanças estão no negativo, a maior prioridade para o início da década é equilibrar essa conta! Cortar gastos desnecessários, controlar despesas variáveis, trocar fornecedores por opções mais baratas e até mesmo procurar aumentar sua renda. Assim que a diferença entre renda e despesas estiver positiva podemos começar a construir! E toda construção começa pela fundação com a proteção. E o que exatamente estamos protegendo? Vamos analisar: o que é essencial para que continuemos a ter material para construir nosso futuro financeiro? Renda! Precisamos então proteger o fluxo de renda para a família.    crianças onde a renda vem do pai e da mãe que trabalham em tempo integral. O que aconteceria se um dos dois viesse a faltar repentinamente no caso de um falecimento? A renda cairia imediatemente, possivelmente pela metade ou mais. A menos que esta família tenha seguro de vida. O seguro de vida é essencial para a fundação financeira de todas as famílias (e também dos negócios). Mas não é suficiente! Se essa família não tiver boas reservas financeiras para substituir a renda perdida por tempo razoável, estará passando por uma grande tempestade financeira, além do imenso abalo emocional.

Que tipo de ferramenta poderíamos utilizar para proteger essa família neste cenário? A maioria das pessoas conhece a resposta: um seguro de vida. O seguro de vida gera um benefício em caso de falecimento que irá substituir a renda da pessoa que não está mais presente.

O falecimento precoce é uma situação muito trágica, mas na realidade incomum. O que é extremamente mais comum (e igualmente trágico em termos financeiros) são casos de doenças ou acidentes graves que não resultam em falecimento, mas resultam na interrupção prolongada da renda e no aumento drástico das despesas ao mesmo tempo. Essa situação é tão mais comum e tão devastadora financeiramente que chega a ser responsável por mais da metade das falências pessoais nos Estados Unidos.

Para criarmos uma fundação sólida o suficiente para sobreviver a esse tipo de tempestade precisamos de uma nova ferramenta: os benefícios em vida. Os benefícios em vida geram o pagamento de um montante no caso de doenças graves como câncer, derrame ou ataque cardíaco, para citar apenas os mais comuns.

Os mesmos benefícios podem ser obtidos no caso de acidentes graves que resultem em coma, paralisia, etc ou no caso de invalidez física ou cognitiva.

Os benefícios em vida são cláusulas em um contrato de seguro de vida que permitem acesso ao dinheiro do seguro de muitas outras maneiras além do falecimento, criando uma proteção muito mais abrangente. Somente entre os clientes de nossa agência, onde os benefícios em vida são parte obrigatória do planejamento financeiro de cada cliente, já foram pagos um total de $1 milhão de dólares em casos de derrame, câncer, ataque cardíaco e parada cardíaca.

Vale ressaltar que dentre centenas de seguradoras nos EUA, um número muito pequeno oferece os benefícios em vida como adicional sem custo em seus contratos. É preciso consultar um profissional licenciado que possa garantir que você está adquirindo o melhor produto com os mais altos níveis de benefícios.

Junto com o ano de 2020 se inicia uma nova década e com ela a esperança de grandes realizações financeiras. Realizações que vão exigir acumulação de capital, rendimentos, diversificação e muitas outras conversas mais “interessantes”. Assim como na construção de uma casa, a fundação não é tão excitante quanto escolher o piso, o armários ou granito da cozinha, mas uma vez colocada no lugar permite que você aproveite todo o resto! E vamos falar de todo o resto. Em tempo.

Em breve! Marina Couto é fundadora da Agência de Consultoria Financeira Brazillionaires com Gustavo Couto. Eles se dedicam a educar os brasileiros sobre finanças nos EUA, e, juntamente com sua equipe, prestam consultoria com foco em proteção patrimonial, acumulação de capital sem risco de perda e geração de renda vitalícia. E-mail: marina@fiveringsflorida.com.

 

Texto por Marina Couto

Share

Related posts