Lytron
My Partner
cultureholidays

Ame Senado Evento

SIMPÓSIO DA AME DEFENDE MAIS PARTICIPAÇÃO DA MULHER NA POLÍTICA E EM ESPAÇOS PÚBLICOS

Mais de 200 mulheres participaram de um Simpósio, na Universidade Católica de Pernambuco (UNICPA), em Recife, no último dia 26, que teve como tema “A importância da Mulher na Construção de um Parlamento Democrático”. A iniciativa partiu do Senado Federal com a Associação de Mulheres Empreendedoras (AME) e contou com a participação de mulheres que atuam nos Parlamentos Municipal, Estadual e Federal, além daquelas que se destacam no mercado de trabalho. O evento também marcou o lançamento oficial da sede da AME, no Brasil que funcionará na cidade do Recife, em Pernambuco.

Durante a abertura do 2º Simpósio, a presidente e fundadora da AME, Lílian Mageski abordou sobre o trabalho realizado pela AME, desde a sua fundação e fez questão de destacar o apoio do senador Luíz do Carmo, autor do Projeto de Lei nº 2235/19 que reserva 30% das vagas das Casas Legislativas Brasileiras para mulheres. A matéria encontra-se em tramitação no Congresso Nacional. Na ocasião, Lílian também agradeceu os todos os apoiadores como: OAB/PE, Secretaria da Mulher de Pernambuco, Unicap, Polícia Civil, Portal de Prefeituras, Classe A Agency Fotografia e Fit Lin.

Já a vice-presidente, Tereza Nogueira falou do desafio em assumir o comando da AME, no Recife e frisou a vontade de trabalhar em defesa das mulheres, vítimas de violência e das empreendedoras de si mesmas. A juíza da 2 Vara de Violência contra a Mulher, Marylusia Feitosa destacou que a mulher ficou atrofiada por muitos anos. Mas, devido a alguns avanços conquistados ao logo do tempo, hoje, é chefe de muitas famílias, provedoras e não abrem mão de lutar em favor dos seus direitos.

O juiz da Vara de Violência Doméstica e Familiar, Francisco Tojal falou da necessidade de as mulheres crescerem como profissionais e adquirirem independência para quebrar ciclos viciosos de violência e se declarou um juiz feminista.  A Secretária da Mulher do Estado, Sílvia Cordeiro disse que a violência praticada contra as mulheres nos persegue há anos e que os agressores precisam ser criminalizados e considera o feminismo necessário para a democracia.

A presidente da Comissão da Mulher da OAB/PE, Fabiana Leite ressaltou que as mulheres são maioria e representam 52% da população brasileira e fez um comparativo do percentual de mulheres que ocupam espaços nas Casas Legislativas, no Estado. Segundo ela, houveram conquistas sim! Mas, ainda não foram suficientes. Representando o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Geovana Belfort destacou que relatos históricos sempre mostraram a mulheres em situação de exclusão, de inferioridade, de fraqueza e de dependência. 

A Pró-reitora da Unicap, Valdenice Raimundo defendeu a necessidade de maior participação da mulheres no que se refere à igualdade de gênero, cor, raça e classe social. E a Secretária Nacional do PSB, Dôra Pires disse que isonomia entre homens e mulheres é necessário em toda situação e que a mulher feminista hoje, não carrega mais culpa.

Entre as participantes que compuseram a Mesa, a deputada Federal, Marília Arraes (PT), a única deputada federal, representando a bancada de Pernambuco. Ela falou dos desafios de atuar na política e da necessidade em aumentar os espaços políticos de poder ocupado por mulheres. Já a deputada estadual Priscila Krause (DEM), destacou a relação de dominação entre o masculino e o feminino. A vereadora Aline Mariano (PP) chamou atenção para o fato de Recife nunca ter sido administrado por uma prefeita e lamentou de Pernambuco não ter uma senadora ou governadora.

A deputada estadual Roberta Arraes (PSB) elogiou o trabalho da AME e se colocou a disposição para ajudar e ressaltou que, apesar das dificuldades, o mandato dela como parlamentar tem sido pautado em várias questões em defesa da mulher. E a atual prefeita de Camaragibe, Nadege Queiroz fez uma trajetória da sua vida política e falou que sempre falou mais alto a sua vontade de fazer política para transformar para melhor a vida das pessoas.

Com sede na cidade de Boston, nos Estados Unidos, a AME tem atuação em Nova York, Sul da Flórida, Orlando, Nova Jersey, Massachusetts, Connectcut e Carolina do Sul e de acordo com Lilian Mageski. A entidade tem como objetivo promover o empoderamento e o empreendedorismo feminino, assim como a realização de eventos, networking, exposições, workshop, apoio emocional e profissional, cursos, palestras, além de ações sociais.

Share

Related posts