Lytron
My Partner
cultureholidays

Dores Articulares – A Eficácia da Fisioterapia

As dores articulares são muito comuns, não importa a idade. Quem não tem uma dor no joelho ou no ombro, por exemplo? Porém, muitas vezes a saída mais rápida é ignorar o que o corpo está sinalizando, ou até mesmo, mascarar o sintoma com um “remedinho” para controlar a dor. Quem já não agiu dessa forma? As dores articulares evidenciam que o corpo está em desequilíbrio e algo precisa ser feito. Essas dores nas articulações podem ter vários componentes associados à sua causa. Dentre elas, podemos destacar algumas de suas causas.

Antes de mais nada vale a pena fazer mais algumas perguntas que podem ajudar você a definir suas dores articulares.

Como está sua força muscular? A fraqueza muscular gera uma sobrecarga das articulações gerando o aparecimento da dor. E a sua postura? Os erros posturais ou hábitos errados levam também a esta sobrecarga muscular e articular. E a sua atividade profissional? Você faz movimentos repetitivos? Você fica numa posição por muito tempo? Como é o seu estilo de vida? A atividade física faz parte da sua agenda? Como podemos ver as dores articulares podem ser complexas e multi-fatoriais.

Dessa forma, uma boa avaliação física, com uma boa coleta de dados, considerando estes e outros fatores, é crucial para corrigir a causa e não só lidar com o sintoma.

A fisioterapia tem este papel importante e pode ajudar na solução dessas dores articulares. Talvez, você agora esteja se perguntando: “Será que a fisioterapia pode me ajudar?” E diretamente, a resposta é positiva. O papel da fisioterapia é atuar no achado da causa da dor articular e com uma intervenção através de exercícios físicos e posturais, aliados à utilização de equipamentos na remediação da dor, propiciar uma correção e uma melhora do quadro e da qualidade de vida. Afinal estar com dor, em alguns casos, viver com dor, não é agradável para ninguém.

E talvez você continue se perguntando: “Já sofro dessa dor há tanto tempo? Já fui a tantos profissionais e ainda continuo com dor.” A fisioterapia atua tanto em dores agudas, de horas a alguns dias, como também em casos de dores crônicas, vivenciadas por dias, meses, ou até por anos.

Sim a cronicidade da dor afeta de alguma forma o prognóstico, porém não determina a resolução do quadro. Se você tem dor por muito tempo, não espere mais para buscar a ajuda de um fisioterapeuta.

Infelizmente, o uso de opioides e de outros medicamentos para dor tem sido abusivo e não atua na correção causal da dor e apenas na minimização do sintoma.

A abordagem medicamentosa é muito importante e coadjuvante quando uma análise e uma abordagem corretiva proporcionada pela fisioterapia é também selecionada.

Resultados não são os mesmos e variam de pacientes e quadros clínicos distintos, porém a fisioterapia e sua abordagem clínica é benéfica e produtiva, afetando positivamente a qualidade de vida, não só física, mas psicológica e emocional daqueles que vivenciam e experimentam as dores continuamente. Procure ajuda de profissionais licenciados e credenciados na abordagem da dor porque a fisioterapia tem um papel crucial para ajudar você a viver sem dores musculares. Viver sem dor é qualidade de vida e muitas vezes o cuidado imediato pode evitar problemas crônicos no futuro. Saúde é vida.

Lenisson (Lenny) Carneiro é fisioterapeuta licenciado na Florida e diretor da clínica Dr. Physio Therapy & Wellness, em Fort Lauderdale. Mais informações pelo E-mail: lenny@doctorphysiotw.com.

Share

Related posts