Lytron
My Partner
cultureholidays

França Proibirá Objetos de Plástico a Partir de 2020

A França proibirá copos, canudos e outros objetos de plástico de uso único a partir de 2020, pagará aos consumidores que depositarem as garrafas de plástico em locais de coleta para reciclagem e proibirá a destruição de produtos não vendidos, como já ocorre com os alimen­tos.

Estas e outras medidas fazem parte de um projeto de lei para a economia circular aprovado em julho pelo governo francês, que tem como finalidade aumen­tar significativamente a porcentagem de materiais reciclados, mas também incentivar a reparação.

”Queremos entrar em uma econo­mia do século XXI, uma economia na qual se consome menos, se consome melhor, se deixa de produzir para destruir e se favorece a reciclagem”, destacou a secre­tária de Estado de Transição Ecológica, Brune Poirson.

“É bom para o planeta, é bom para o bolso dos franceses e, além disso, é justo”, acrescentou.

Em entrevista à imprensa ao término do Conselho de Ministros, Poirson reiterou que “é preciso suprimir as embalagens inúteis” e aumentar a taxa de reciclagem, que é de apenas 3% para o vidro, de 26% para as embalagens de plástico e de 58% para as garrafas de plástico. No caso do plástico, o objetivo é atingir 100% de reciclagem até 2025.

O projeto de lei, que deve ser ado­tado a partir de agora e até as eleições municipais de março de 2020, amplia o princípio “quem polui, paga”, de modo que o fabricante ou distribuidor de um produ­to deverá ser responsável pela recupera­ção uma vez que termine sua vida útil.

Share

Related posts