Lytron
My Partner
cultureholidays

Estudar nos EUA

FALTA DE EXPECTATIVA NO BRASIL FAZ PAIS BRASILEIROS BUSCAREM FUTURO PARA OS FILHOS NOS ESTADOS UNIDOS

CARLO BARBIERI FALA SOBRE AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS NOS ESTADOS UNIDOS

Uma simples comparação entre os dados econômi­cos e sociais do Brasil e dos Estados Unidos podem revelar porque tantas famílias brasileiras estão dei­xando o país e se mudando para a terra do tio Sam. No Brasil: Desemprego em mais de 12%, Tributação elevada e números de violência crescente. Nos EUA: Menor desemprego em 50 anos – 3,6% no último trimestre, vantagens tributárias para empresas e segurança planejada. Números que fazem diferença na hora de decidir pela mudança de país.

Além destes números, a insegurança com a reforma da previdência no Brasil, o recente anúncio do corte no orçamen­to de Universidades Federais em 30% feito pelo MEC, podem ser fatores que aumentem ainda mais a procura de Brasi­leiros por uma vida fora do país. É o que acredita o empresário Carlo Barbieri, que dirige há 30 anos a Oxford Group e auxilia famílias brasileiras a morarem e trabalha­rem legalmente nos Estados Unidos.

“Essas decisões políticas tendem a aumentar a insegurança da popula­ção de modo geral. Quando perdem a esperança no país, os pais procuram sim oportunidades de futuro para seus filhos no exterior. Em nossa consultoria detectamos que nos últimos 6 meses a justificativa apontada para a imigração planejada e saída do Brasil foram pontos como segurança, instabilidade econômica e poucas vantagens para manter negócios no país”, revela Barbieri.

RANKING DE SEGURANÇA

Os Estados Unidos ocupa o topo no ranking de avaliação nos quesitos segu­rança e moradia. Enquanto o Brasil figura como o 4º pior país em segurança entre outros 142. Dados do Instituto Gallup mostram o alto índice de satisfação dos residentes nos Estados Unidos com as forças armadas e de segurança no País.

No Brasil, os dados mais recentes do Better Life Index, da Organização para Economia, Cooperação e Desenvolvimen­to (OECD) mostram que cerca de 37% das pessoas dizem que se sentem seguras andando sozinhas à noite, muito abaixo da média da OECD de 69%. O mesmo levantamento mostra que a taxa de ho­micídios do Brasil é de 27,6, mais de sete vezes a média da OECD de 3,6.

RANKING DA EDUCAÇÃO

Nos Estados Unidos, 90% dos adultos com idades entre 25 e 64 anos concluíram o ensino médio, muito acima da média da OCDE de 74%. Isto se aplica um pouco mais às mulheres do que aos homens, pois 89% dos homens concluí­ram o ensino médio, comparado a 91% das mulheres. Em termos da qualidade de seu sistema educacional, o aluno médio obteve pontuação de 488 no domínio de leitura, matemática e ciências, no Progra­ma Avaliação de Estudante Internacional (PISA- iniciais em inglês) da OCDE, um pouco acima da média da OCDE de 486.

Share

Related posts