Lytron
My Partner

Arquitetura Gótica

Nestes últimos dias, ouvimos muito falar sobre a arquitetura Gótica, depois do incêndio da Catedral Notre Dame de Paris. Vamos explicar em poucas palavras a tradição e sutuosi­dade nascida na Europa apartir do século XII ao XV. Com influência na França a arquitetura Gótica nasceu da renascentista e românica. O principal elemento desse estilo arquitetônico é o arco ogival (desenho de dois arcos simétricos). Por ser muito encontrada em igrejas, catedrais, basílicas e mos­teiros, a arquitetura gótica também é chamada de “Arte das Catedrais”.

As obras eram pontiagudas e esguias, de modo que parecesse estar mais próximas do céu. A ideia era apontar a obra para o infinito e diminuir o homem, destacando sua insignificância diante das divindades.

Também são usadas abóbadas (por exemplo, as nervuras ou quadriparti­tes) para conseguir mais altura e assim mostrar a grandiosidade de Deus em relação ao ser humano. Os arcobotan­tes eram usados para suportar o peso da estrutura. Como elementos deco­rativos foram incorporados diversas esculturas diferentes (como as gárgu­las) assim como janelas e rosetas.

Escultura esculturas são manti­das em pedra do movimento anterior, embora imprimiu um mais natural no estilo alongado e rígido predominan­temente. E quanto a pintura, embora não haja nenhuma avaria específica em relação ao seu antecessor, pou­co a pouco mais sombrias, escuras e emocionais características foram adicionadas.

A construção da Catedral de Notre-Dame de Paris foi iniciada no ano de 1163. A obra foi dedicada à mãe de Jesus Cristo, Maria, de quem se originou o nome Notre-Dame, que em português significa “Nossa Senhora”. A estrutura em estilo gótico é con­siderada uma das mais tradicionais e antigas da capital francesa. A catedral localiza-se na praça Parvis, que fica na Île de la Cité, uma pequena ilha situada no meio do Rio Sena.

Além da importância histórica e da presença na literatura, a Catedral de Notre-Dame de Paris apresenta diversas curiosidades. Uma delas é o Mar­co Zero, localizado na frente da fachada da parte ocidental da construção na praça Paris. O elemento consiste em uma placa feita em bronze que simbo­liza o marco inicial com que se calcula as distância das estradas do país. Além disso, na edificação são encontrados cerca de 200 vitrais, sendo que alguns são considerados os maiores já construídos no mundo. Entre outros aspectos, Notre-Dame abriga uma estátua de Joana d’Arc, chefe militar durante a Guerra dos 100 Anos e santa padroeira da França. Nas imediações da construção está localizada a igreja melquita greco-católica de São Julião, o Pobre. Veja a seguir alguns exemplos de construção góticas nas catedrais da Europa.

Share

Related posts