Thanksgiving: É Tempo de Exercitar a Gratidão

Com o feriado de Ação de Graças se aproximando, chega o momento de nos conscientizarmos para o significado de gratidão. O feriado comemorado aqui nos Estados Unidos teve origem para celebrar as colheitas. Atualmente, as famílias se reúnem na penúltima Quinta-feira de Novembro em torno da mesa farta para celebrar a tradição com peru, purê de batatas e outros pratos tradicionais preparados com ingredientes como batata doce, abóbora e vagem. Sobremesas como tortas de maçã, nozes e abóbora também são pratos típicos, assim como os famosos cookies americanos. Mas não podemos esquecer do principal motivo dessa reunião entre familiares e amigos: a gratidão. Gratidão não mais pela colheita, mas pela fartura, pela família reunida. Essa época do ano é perfeita para refletirmos sobre o sentimento de gratidão. Pelo o que você é grato? Pare para pensar e faça uma lista mental com 5 itens. Sejam eles tangíveis, ou intangíveis. Objetos ou sentimentos pelos quais você tem gratidão.

Em geral, queremos sempre mais, mas será que lembramos de sentir gra­tidão pelo o que já temos? Não se trata de um agradecimento religioso ou dizer obrigado a quem segura a porta do eleva­dor. Gratidão é o sentimento de satisfação pelo o que se tem. Quem pratica gratidão desfruta da sensação de plenitude e bem­-estar. E o bem-estar é uma das sensações mais almejadas. Já imaginou como seria bom se você pudesse se fazer sentir bem, sem esforço algum? Você pode!

Experimente ao acordar, listar 5 coisas pelas quais você tem gratidão. O que lhe vier à mente. Não precisa soar bonito e nem precisa compartilhar com ninguém. Pode ser do mais simples ao mais complexo; do ar que você respira, às pernas que lhe sustentam, passando pelo seu amor, seu lar, até suas férias. Não importa o que você inclui à lista, mas o sentimento que essas “coisas” lhe provocam. Felicidade, satisfação, sensação de que não pode viver sem, nem como sobreviveu tanto tempo sem. Passe alguns minutos nutrindo essa sensação de gratidão e dê continuidade ao seu dia. Além disso, tente lembrar ao longo do dia dessa sensação.

Cultive a gratidão e perceba que se tornará mais observador, mais suscetível a parar e contemplar o que tem e vivencia. Essa sensação de bem-estar gerada pela consciência do que há de positivo na sua vida tende a tirar o foco do que há de negativo. Quando ocupamos nossa mente com qualidades, colocamos os defeitos e dificuldades em segundo plano.

Você pode, contudo, estar passando por problemas inimagináveis, sejam eles de saúde, financeiros ou de relacionamentos, e pensar que não é com gratidão que vai superá-los. Saiba, porém, que independente da intensidade dos seus problemas, você pode sim ajudar a si mesmo, bastando mudar o foco. Infeliz­mente seus problemas não se dissolverão apenas com a contemplação do que você tem de bom, mas a sua forma de encará­-los, certamente mudará.

É cientificamente comprovado o fato de que temos mais facilidade em nos ater a pensamentos negativos do que positivos. Temos uma tendência a nos preocupar com o que perdemos, ou como ficamos ofendidos, e esquecer o que ga­nhamos. Se alguém lhe corta a frente no trânsito, você fica chateado, às vezes até agressivo, conta o ocorrido para algumas pessoas e até continua lembrando ao longo do dia. Já quando está dirigindo e alguém lhe dá lugar, você pode ficar feliz ou surpreso no momento, mas provavel­mente não vai levar essa lembrança por muito tempo.Por isso precisamos nos condicionar a ter essas sensações boas, conscientemente.

Como não temos a capacidade de fazer a felicidade ou sensação de bem­-estar durar o dia inteiro, podemos nos induzir a sentir bem através da prática constante da gratidão. Repita o exercício da gratidão matinal em outros mo­mentos do seu dia. Quando parar para almoçar, pause por um instante e pense pelo o que é grato; pela sua comida, pelo prazer de comer, pelo seu paladar, olfato, visão, pela companhia ou por ter a oportunidade de contemplar esse momento.

Quando estiver caminhando ou dirigindo, aproveite para listar mental­mente suas graças; seja o carro que tem, a habilidade de dirigir, o dia ensolarado, ou o lugar para onde está indo. Use sua criatividade e principalmente sua consciência.

O estado de gratidão pode aju­dar até nos relacionamentos, se você lembrar de colocar o celular de lado e se fazer presente para quem está com você, se mostrando realmente dispo­nível. Ouça, converse, participe. Você sentirá satisfação, e isso nada mais é do que gratidão pelas pequenas coisas. E mesmo que não mencione, vai acabar fazendo com que a pessoa que está com você se sinta grata por sua atenção individida.

A vida é cheia de dificuldades. É quando se sente abalado que você pode praticar a gratidão para se sentir melhor. Parece piegas, parar para contar suas graças quando se tem tanto a fazer, mas é tão simples e eficaz que você vai se surpre­ender.

O que você tem a perder? Levar seu dia com ou sem gratidão leva exatamente o mesmo tempo. Em vez de reclamar do seu corpo e repetir incansavelmente que precisa emagrecer por exemplo, sinta gratidão pelo corpo que lhe carrega por todos os lados, por seu aparelho digestivo que trabalha duro para lhe proporcionar energia, mesmo quando você não o nutre da melhor forma, por sua beleza que por mais crítico que seja você sabe que tem, enfim, encontre o que há de positivo e foque nele.

Você perceberá que quando muda o foco para o que tem de melhor, você se sente melhor, mais bonito, menos crítico e até o emagrecimento nesse caso, fica mais fácil. Acredite no poder que você, e unicamente você, tem de mudar seu próprio humor, sua forma de pensar, agir e se relacionar com o mundo.

Já percebeu que quando você en­cara a vida bem-humorado, as pessoas ao seu redor parecem estar bem-humo­radas também? É o seu filtro que muda. Além de que felicidade atrai felicidade, e gratidão atrai mais motivos para ser grato.

Coloque-se na vibração da gratidão e atraia mais abundância para sua vida. Logo você terá tanto pelo o que é grato, que não caberá na sua lista de 5 itens por dia. Desejando-lhe abundância de bem-estar e gratidão.

Share

Related posts