Lytron
My Partner
cultureholidays

Embaixador João Mendes Pereira Assume Como Cônsul-Geral em Miami

Diplomata de carreira há 28 anos, o Embaixador João Mendes Pereira assumiu o posto de Cônsul-Geral do Brasil em Miami no último dia 11 de outubro. Nasci­do em Brasília e formado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB), o Embaixador João Mendes Pereira serviu na Missão do Brasil junto à União Europeia em Bruxelas, na Embaixada do Brasil em Lisboa e na Delegação Permanente do Brasil junto à ALADI e ao MER­COSUL em Montevidéu. Antes de sua chegada à Florida, o Embaixador chefiou o Cerimonial do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília. Anteriormente, ocupou os cargos de Diretor do Departamento da Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) e Integração Econômica Regional e de Coordenador-Geral de Assuntos Econômicos da América do Sul. “Escolhi Miami sabendo dos enormes desafios de chefiar um Consulado responsável por uma das maiores comunidades brasileiras no exterior. Meu foco será o aprimoramento dos ser­viços consulares e dar assistência a brasileiros, sem descuidar obviamente de setores importantes como promoção comercial e cultural”, afirma o Embaixador. Casado com Maria Teresa da Costa Hidd Mendes Pereira, o Embaixador tem dois filhos, Antonio Victor da Costa Hidd Mendes Pereira e Luiz Felipe da Costa Hidd Mendes Pereira. O Embaixador João Mendes Pereira ocupa a posição deixada pelo Embaixador Adalnio Senna Ganem, que permaneceu no cargo por 2 anos.

LINHA ABERTA: Quais são as metas e os projetos do Consulado Brasileiro de Miami em sua administração?

EMBAIXADOR JOÃO MENDES: Miami é um dos 10 maiores postos consulares brasileiros do mundo e temos vários desafios para aten­der a demanda diária do Consulado de Miami. Queremos manter 4 metas de trabalho no Consulado que são baseadas na nossa deman­da: assistência consular, assistência social, apoio a projetos culturais e suporte ao setor empresarial. Na assistência consular e na assistência social nossa meta é trabalhar para melhorar o atendimento e o funcionamento do Consulado, ver a possibilidade de realizar­mos os Consulados Itinerantes em Orlando, dar suporte aos presos brasileiros, às pessoas vítimas de crime e de violência doméstica. Na área de cultura queremos continuar apoiando os eventos que mostram a cultura brasileira na Florida. No setor empresarial, apoiar os projetos que ampliam a parceria Florida/ Brasil e que fortalecem o empreendedorismo brasileiro nos EUA. Estamos em parceria com a Apex e a Embratur para que projetos sejam feitos em benefício do nosso empresariado.

LINHA ABERTA: Existe a possibilidade de termos de volta os Consulados Itinerantes ou até mesmo de um Consulado em Orlando?

EMBAIXADOR JOÃO MENDES: Num primeiro momento queremos trazer de volta os Consulados Itinerantes mas estamos vendo a possibilidade da criação de um Vice-Con­sulado em Orlando, por causa da demanda de serviços. Fiquei surpreso com o fato de hoje termos mais de 100 mil brasileiros em Orlando. Realmente precisamos de Consula­dos Itinerantes na cidade e preferencialmente, de um Vice-Consulado, mas dependemos da aprovação de Brasília. Nossa primeira missão com a realização de um Consulado Itinerante em Orlando será ainda em Novembro.

LINHA ABERTA: Como fica o sistema de agendamento do Consulado Brasileiro de Miami em sua administração?

EMBAIXADOR JOÃO MENDES: Reconheço que o agendamento não é a metodologia de tra­balho ideal, tem uma série de problemas. Nem todo mundo, por exemplo, tem acesso à infor­mática. Teremos que trabalhar com a ideia de atendimento não agendado. Estou conversan­do com outros Cônsules-Gerais sobre como implementar isso. Mas entenda, estamos aprimorando nosso sistema de agendamento online para que o sistema funcione de forma simples e eficiente e a prioridade será sempre de quem fez o agendamento prévio. Não é justo que alguém que agendou online seja prejudicado no hora do atendimento porque também vamos atender sem agendamento. O modelo piloto de agendamento online adota­do em Miami está sendo aprimorado e poderá ser replicado em outros consulados. É impor­tante informar que hoje é possível marcar qualquer serviço no Consulado-Geral – emis­são de passaportes, certidões, procurações, entre outros serviços consulares – por meio de agendamento on-line e que atendemos sem agendamento somente em casos de emergên­cia comprovada. Todas estas explicações estão no site do Consulado: http://miami.itamaraty. gov.br.

LINHA ABERTA: Qual a demanda do Con­sulado de Miami hoje? Quais os serviços prestados?

EMBAIXADOR JOÃO MENDES: Hoje o Consulado de Miami faz uma média de 2500 passaportes por mês, libera 1500 vistos men­sais e realiza em torno de 2000 atendimentos consulares (outros tipos de documento como procurações, certidões de nascimento, casa­mento, óbito, etc), o que somados, representa 6 mil ações protocolares por mês. Estou indo ao setor de liberação dos documentos con­sulares e estou sentindo o pulso e as necessi­dades do brasileiro que precisa dos serviços consulares. As pessoas querem ver o cônsul e saber como o sistema funciona. Sabemos que vir ao Consulado Brasileiro de Miami, ou a qualquer departamento público, é chato e burocrático, mas faz parte do processo. Queremos fazer com que a experiência do brasileiro que procura o Consulado de Miami seja a mais prazeirosa possível. Nossa menta é fazer com que o processo de atendimento seja o melhor possível.

Share

Related posts