Pesquisa Realizada na Alemanha Revela um dos Segredos para se Sentir Jovem

Qual o segredro de se sentir jovem? Esta é a resposta que busca a pesquisadora em psicologia da Universidade Friedrich Schiller, na Alemanha, Jennifer Bellingtier. Em seu estudo, apresentado na recente convenção anual da Associação Americana de Psicologia, Bellingtier acompanhou 116 pessoas mais velhas, com idades entre 60 e 90 anos, e 106 mais jovens, entre 18 e 36 anos, durante nove dias. Eles eram perguntados que idade eles dariam para eles mesmos em cada dia, como havia sido o dia e o que fizeram.

É comum em pesquisas as pessoas apresentarem flutuações na idade subjeti­va, e também aconteceu no experimento. Entre os mais jovens as mudanças eram acompanhadas a coisas como estresse e a saúde em geral. Entre os mais velhos, no entanto, essas correlações foram relacio­nadas com o controle sobre a própria vida e ações. “Quando você se sente mais no controle, se sente mais jovem, e que pode realizar mais coisas”, diz Bellingtier.

Segundo ela, o resultado de suas pesquisas pode ajudar a mudar a forma como os idosos são tratados. Sentir­-se mais jovem do que a sua idade real também tem sido associado a um menor risco de demência e melhor saúde mental, e estudos sugerem que a idade subjetiva pode ser tão importante para a sua saúde quanto a idade cronológica.

Outro estudo, apresentado na mesma convenção, mostra outro caminhos para se sentir mais jovem. A atividade física – especificamente a caminhada – foi associada a uma idade subjetiva mais baixa entre adultos com idades entre 35 e 69 anos. A interação social também pode ajudar adultos mais velhos a se sentirem mais jovens.

Share

Related posts