A Arte de Se Reinventar

Quem nunca buscou se reinventar pode estar perdendo a oportunidade de desenvolver novas facetas, descobrir novos caminhos e buscar uma melhor versão de si. Reinventar, recriar ou reelaborar nada mais é do que transformar algo que já existe: a essência de cada um que sempre serve de matéria-prima para embarcar em novas oportunidades. O que significa que todas as experiências vividas são a base para novas descobertas. A história e o background de cada um podem servir como referência para futuras investidas. Mas nem todo mundo está disposto a desbravar o novo. A resistência à mudança impede que a maioria das pessoas utilize todo o potencial e usufrua um novo tempo. A insegurança em relação ao desconhecido fala mais alto e estar na zona de conforto limita novas possibilidades. Enfrentar desafios e desenvolver novas habilidades não acontece do dia para a noite e muitas vezes não é uma tarefa fácil, mas segundo especialistas na área comportamental é possível, e se houver vontade e persistência, o crescimento pessoal é uma das grandes recompensas. A sensação de estar sendo produtivo e fazendo o que gosta ao mesmo tempo não tem preço.

Tudo pode partir do autoconhecimento. Quem tiver mais consciência dos seus gostos, preferências e objetivos, leva vantagem para se realizar pessoalmente e profissionalmente. É o caso de Luciano Oliveira que da habilidade com a tesoura como cabeleireiro, sua profissão original, já desenvolveu muitas outras e enveredou por outras praias sempre buscando se aperfeiçoar. “Com tantas oportunidades na América percebi a necessidade de me reinventar para alcançar o crescimento espiritual, pessoal e profissional”, comenta ele que finalizou os cursos de Bacharel em Teologia e Master em Coaching.

Para absorver o conteúdo do último curso, ele se empenhou em aprender as técnicas de filmagem e edição, o que o levou a desenvolver trabalhos na comunidade, entre eles, o programa Maas Alegria na Rádio do Centro Comunitário Brasileiro. “Eles me chamaram para ajudar em uma ação voluntária e como levei meu equipamento, pude demonstrar minhas habilidades”, afirma ele.

Desta experiência veio o convite para o programa Maas Alegria, o qual divide a apresentação com Franci Fontes que também tem se revelado. Como resultado e reconhecimento deste trabalho, o programa foi premiado pelo Focus Brasil Press Award. A investida mais recente foi o lançamento dos livros, Pais Ausentes e Maas Alegria da editora VLM Press que vem apostando e revelando novos talentos brasileiros, gerando novas oportunidades para aqueles que têm o sonho de desenvolver uma obra literária. Uma boa maneira de se redescobrir através da imersão pelo mundo da escrita.

Para realizar estas proezas, é necessário ter open mind e persistência. Se engana quem pensa que já chegou a um nível satisfatório de aprendizado. O processo de atualização contínuo é exigido pelo mercado de trabalho e cada vez mais a velocidade das informações e da tecnologia se tornam um desafio para os profissionais.

Segundo Ricardo Sampaio, CEO da Harpy HR Solutions, as empresas realizam treinamentos constantes com os funcionários para que eles possam acompanhar o ritmo acelerado do mundo empresarial e financeiro mundial. E para quem está buscando uma colocação no mercado, estar bem informado faz a diferença. “No processo de seleção, perguntas sobre diversos temas são feitas para avaliar o nível de atualização do candidato”. Para ele, as empresas buscam também profissionais que pensem outside of the box de forma inovadora e criativa, com capacidade de adaptação e flexibilidade diante das situações desafiadoras.

É unânime no mundo do trabalho do século XXI, a importância de competências socioemocionais para desenvolver habilidades que são valorizadas como a orientação para resultados e interpessoal, comprometimento, liderança, pensamento crítico, capacidade de decisão, entre outras que garantem o equilíbrio do profissional competitivo.

Esta é a realidade atual mas nem todos se encaixam totalmente neste perfil e querem seguir os caminhos tradicionais ou conseguem acompanhar as mudanças. Para o Coach de Empreendedores Jaime Zimmer, com a velocidade da difusão da comunicação digital, se torna comum a exigência de pessoas com características multitarefa e muitas vezes não há chance para que elas façam uma parada técnica para avaliarem o seu nível de satisfação pessoal e profissional. “Muitas pessoas não estão felizes com a sua área de atuação ou com o seu desempenho produtivo e congelam diante da possibilidade de uma mudança. Para começarem a ter iniciativa, elas podem contar com o apoio de um guia que possa orientá-las no processo de evolução e alcance de resultados”, revela Zimmer, que também se reinventa lançando o seu segundo livro Escravidão Digital que faz uma reflexão, sobre este tema tão atual.

O processo é contínuo e requer disciplina e comprometimento. Antes de se empenhar para se reinventar, é importante refletir sobre o que gostaria de mudar e o que deseja para o futuro. Fazer uma lista de grandes e pequenas decisões é uma boa dica para ajudar a construir uma vida nova.

Para se manter motivado e não ficar só no campo das ideias, é importante traçar um plano de metas com prazos e constatar o que pode ser melhorado pessoalmente e nas relações com familiares e colegas de trabalho. Cuidar da saúde e encontrar meios de reduzir o stress contribuem para ter mais clareza.

Além disso, para atingir as metas da reinvenção, especialistas da área motivacional confirmam que aprender nunca é demais e é peça fundamental para encontrar novos rumos. Afinal, informação é poder. Viajar através de um bom livro ou ter experiências in loco sempre traz conhecimentos, assim como desenvolver novos dons, mudar o visual e a forma de se comunicar ou renovar o espaço em que vive.

Atitudes que fazem a diferença aliadas ao foco podem ajudar a descobrir um novo ponto de partida. Buscar a realização de diversas maneiras é se dar uma nova chance. Seja um médico se redescobrindo nas artes ou uma cientista se tornando uma romancista. As novas escolhas constroem histórias que estarão na biografia de amanhã. Saber o que é essencial, dar o melhor de si e nunca parar de sonhar, pode ser a fórmula na arte de se reinventar.

Share

Related posts