A Síndrome da Mulher Maravilha

Casa, carreira, marido, filhos, funcionários, plantas, animais de estimação, terapia, salão de beleza, amigos, parentes, contas, dieta, academia, estudo, viagens, vida espiritual, projetos sociais, etc. Qual a mulher que hoje em dia não se sente sobrecarregada? Você também se sente assim?? Como se tivesse de dar de conta de 18 coisas por minuto?? E o pior é que essas 18 coisas têm que ser perfeitas!!! Só sendo mesmo uma mulher maravilhaaaaaa. A hipermodernidade na qual vivemos atualmente exige além da nossa capacidade física, cognitiva e intelectual. Somos cobradas por nós mesmas, pela família, pela sociedade e por qualquer pessoa que faça parte do nosso círculo de relações. E o que está acontecendo conosco? Estamos cada vez mais dispersas, emocionalmente esgotadas, com uma forte tendência à ansiedade, síndrome do pensamento acelerado, pânico, stress e até depressão. Tudo isso sabe por quê? Porque por mais mulher maravilha que tentamos ser, o nosso cérebro não consegue se focar em duas atividades ao mesmo tempo. Segundo a neurociência, o máximo que ele vai fazer é alternar o foco, mas nunca fazer as duas ao mesmo tempo. E como nós mulheres insistimos nisso não é mesmo? O que acontece é que cada vez que mudamos de tarefa, precisamos de mais energia e mais esforço para voltamos à tarefa anterior. E como se isso não bastasse, ficamos cansadas, mais dispersas e com um tremendo sentimento de frustração porque não damos conta de tudo.

VOCÊ NÃO PRECISA DAR CONTA DE TUDO AO MESMO TEMPO. E AQUILO QUE CONSEGUIR FAZER NÃO PRECISA SER PERFEITO. ASSUMA ISSO COMO UMA VERDADE NA SUA VIDA.

GAL GADOT TROUXE DE VOLTA A HISTÓRIA DA WONDER WOMAN EM 2017. O PERSONAGEM FOI IMORTALIZADO POR LYNDA CARTER EM 1972.

A grande questão é: VOCÊ NÃO PRECISA DAR CONTA DE TUDO AO MESMO TEMPO. E AQUILO QUE CONSEGUIR FAZER NÃO PRECISA SER PERFEITO. ASSUMA ISSO COMO UMA VERDADE NA SUA VIDA.

Querer fazer tudo ao mesmo tempo pode nos levar para os extremos: Ansiedade (caracterizada como excesso de futuro) ou depressão (caracterizada como excesso de passado, como uma forma de nos reportar aos tempos em que não tínhamos tantas cobranças). Além dessas duas doenças oficialmente reconhecidas pela Organização Nacional de Saúde, ainda existe uma nova doença que começa a aparecer e que muitas pessoas não se dão conta ainda: a SPA (mais conhecida como Síndrome do Pensamento Acelerado).

Você já se pegou pensando em várias coisas ao mesmo tempo, sem conseguir deixar a sua mente esvaziar por um momento? É preciso cuidado e atenção, e talvez tratamento. Aqui, vale a pena ressaltar dois pontos.

TENTAR FAZER TUDO AO MESMO. O tempo rouba de nós a alegria e o prazer de experimentar o agora, de viver o momento presente. Pois, sempre que tentamos fazer várias coisas ao mesmo tempo, estamos mais ligadas no futuro do que no agora.

O QUE EU CONSIGO FAZER NÃO PRECISA SER PERFEITO. Nenhum dos meus papéis precisa mostrar perfeição. O perfeccionismo carrega duas facetas escondidas e muito perigosas que são: uma baixa autoestima e uma enorme necessidade de aprovação de terceiros.

Para tentar nos educar e ter uma vida mais feliz e equilibrada, veja os três pontos apresentados e experimente. MEDITAÇÃO: COMO FORMA DE VOCÊ SABOREAR O MOMENTO PRESENTE E CONTROLAR SUA ANSIEDADE ATRAVÉS DA RESPIRAÇÃO. A meditação pode ser uma tarefa dura para muitos (para mim foi), pois tendemos a querer deixar nossos pensamentos tomar conta de nós mesmos. Mas com esforço, pode-se alcançar ótimos resultados. Não só quanto ao aspecto na melhora da ansiedade, mas, também, na prevenção de doenças degenerativas do cérebro. Meditar é como dá um reset no computador da sua mente, para que todos os programas que existem nele possam se alinhar novamente e voltar a funcionar perfeitamente.

O EXERCÍCIO DO “NÃO”: COMO FORMA DE BALANCEAR OS SEUS OBJETIVOS COM OS DOS OUTROS. Você não precisa viver para agradar 100% das pessoas com quem convive. Portanto, saiba dizer “não” como uma forma de dizer que você não é perfeita em tudo e que a sua vida também tem um enorme valor para você. Não aceite fazer sempre tudo para todos, deixando-se em último lugar. Equilíbrio é a chave de uma vida feliz. Dizer “não” é assumir que você tem limites e que não pode ser a salvação para ninguém.

SERÁ QUE VOCÊ TEM A SÍNDROME DA MULHER MARAVILHA? COMO NÓS ESTAMOS AGENDADO NOSSAS TAREFAS DIÁRIAS?

TER MOMENTOS EXCLUSIVOS: SEJA COM SUA FAMÍLIA, COM SEUS AMIGOS, COM SEUS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO. Tenha momentos exclusivos com você mesma. Estipule a frequência desses momentos e os viva intensamente para dar a sua alma e a sua mente um refrigério de tantas obrigações. Definitivamente, não viemos a esse mundo apenas para cumprir um monte de tarefas, uma atrás da outra. Estamos aqui com uma missão que envolve tarefas sim, mas que também envolve um propósito, algo muito maior. Por sinal, você já sabe que propósito é esse? Tenha certeza de que só não ser uma Mulher Maravilha. Essa, nós deixamos apenas para os filmes de ficção.

A imagem pessoal, ao contrário do que muitos pensam, é um fator decisivo no alcance de muitos dos nossos objetivos e sonhos. Se a sua imagem pessoal interna ou externa tem sido um empecilho para isso, procure alguém que possa lhe ajudar a construir uma imagem pessoal de credibilidade e confiança. E lembre disso: “Uma imagem vale mais que mil palavras” (Confúcio).

Valéria Didier é Coaching de Imagem Pessoal, formada pela FIT, NY e pela Academia Brasileira de Coaching e Desenvolvimento. Palestrante, autora do E-Book “Por que eu nunca tenho o que vestir”? e proprietária do site www.valeriadidier.com.br.

Share

Related posts