A Fonte da Longevidade

Por incrível que pareça é possível ser jovem aos 80 e aparentar mais velho aos 20. À medida que os anos vão passando, a idade vai chegando e parece que para alguns este processo acontece de forma mais lenta e para outros o tempo passa mais rápido. Surge então a pergunta que não quer calar: existe uma fórmula para envelhecer bem Cientistas do mundo todo estudam as reais causas da fonte da juventude e do envelhecimento precoce. São muitas as teorias de ordem física, psicológica e espiritual que tentam explicar como chegar à terceira idade mantendo o equilíbrio entre o corpo, a mente e o espírito. A saúde, a paz e o bem-estar são definitivamente os objetivos de todas as pessoas que querem viver mais e em harmonia.

A americana Harriete Thompson é considerada uma lenda por ter batido o recorde como a mulher mais velha do mundo por completar uma maratona, a Rock’n Roll Marathon em San Diego na Califórnia aos 91 anos de idade, em pouco mais de sete horas e vinte minutos. Uma prova de que não há obstáculos para quem tem determinação em ultrapassar seus limites. Viver por mais tempo é uma tendência mundial. A expectativa de vida aumentou nos últimos séculos em mais de vinte anos. No início do século XIX, a expectativa era de 45 a 50 anos de idade. Atualmente, de acordo com o United Nations World Population, a média no mundo é de 71.5 anos de idade, sendo que 68 anos para os homens e 72 anos para as mulheres. O Japão lidera a lista dos países com a média de mais de 80 anos. Os EUA está em 31º lugar e o Brasil em 68º lugar.

Esta estatística comprova que há muitas maneiras de se atenuar alguns efeitos da idade sobre o nosso corpo: exercícios físicos, condições ambientais favoráveis, alimentação e hábitos saudáveis como o não uso de drogas, cigarro e álcool em excesso têm uma grande parcela de contribuição para retardar o envelhecimento e combater doenças como o câncer, diabetes, problemas do coração, Alzheimer, Parkinson e muitas outras.

A ATRIZ JANE FONDA É UM EXEMPLO DE MULHER QUE ENVELHECE COM GRAÇA E AOS 81 ANOS DE IDADE, SE MANTÉM JOVEM, ATIVA E CHEIA DE VIDA

A ordem é permanecer fisicamente o mais ativo possível criando uma rotina diária para que não dê lugar aos danos no nosso DNA que vão se acumulando ao longo da vida. A atriz Jane Fonda é um exemplo de mulher que envelhece com graça e que, aos 81 anos de idade, se mantém jovem, ativa e cheia de vida. Jane Fonda nunca pensou em chegar aos 80 anos. “Mas não voltaria à minha juventude nem por todo o dinheiro do mundo”, comentou a atriz. Ela continua se cuidando, embora não da mesma maneira. “Ando em vez de correr, e também não esquio mais, deslizo. E continuo fazendo yoga, mas muito devagar”, confessa. Uma rotina que alterna com massagens faciais, especialmente quando trabalha. Isso não lhe falta, já que aos 81 anos a ganhadora de dois prêmios Oscar está mais linda e saudável do que nunca.

Estudos realizados por cientistas da Espanha, Itália, Suécia e Portugal revelam que o intestino tem um importante papel para o envelhecimento saudável. Eles verificaram que centenários que são isentos de doenças, tinham uma barreira intestinal menos comprometida do que pessoas com menos de quarenta anos que tinham sofrido um enfarto. Isso prova que manter uma barreira intestinal íntegra ao longo do tempo com uma dieta balenceada, hidratação e o não uso abusivo de anti-inflamatórios pode garantir um envelhecimento equilibrado.

O bom funcionamento do corpo determina a longevidade e conhecê-lo é o melhor caminho. “Nós não somos o que comemos mas somos o que não digerimos.”, revela o terapeuta morfologista Jimmy Albuquerque, sobrevivente de um câncer no cérebro e que hoje se dedica a conscientizar as pessoas através das suas palestras e a realizar a análise do sangue vivo que possibilita descobrir as anomalias que provocam as enfermidades. A partir desta avaliação, são feitas recomendações de alimentação e ervas, para que ocorra a mudança de metabolismo visando o combate de doenças que também aceleraram o processo de envelhecimento.

A receita da longevidade está ligada ao equilíbrio e a capacidade do corpo de se limpar ”porque Deus criou nosso corpo com três capacidades básicas: limpar-se sozinho para curar-se sozinho e se adaptar a qualquer circunstância”. Segundo Jimmy, baseado em Levíticos 17:11, a vida da carne está no sangue e se o sangue estiver limpo não existe doença que fique no corpo. “Se não tivermos tempo para cuidar da saúde agora, teremos que arranjar tempo para cuidar da doença depois”, alerta ele.

Bons hábitos alimentares são também fundamentais para uma vida duradoura e ter uma alimentação rica em nutrientes ajuda o bom funcionamento do organismo. Com a chegada dos produtos transgênicos, que têm seu material genético modificado, muitas pessoas estão ficando mais atentas e mais criteriosas nas suas escolhas. O segredo é substituir aos poucos alguns ingredientes e experimentar novas misturas e composições, recomendam os nutricionistas de plantão.

Cada pessoa tem sua história e por isso pode explorar a pirâmide alimentar de forma diferente. Segundo Márcia Godoi, da Divino Food, o uso de matérias-primas de boa qualidade, fresh, orgânicas e sem conservantes químicos, faz uma grande diferença e potencializa bons resultados para todos que precisam de uma alimentação equilibrada, que têm intolerância alimentar e principalmente para as pessoas em tratamento médico. A maioria das pessoas desconhece mas o fator pH do organismo pode causar uma série de transtornos para a saúde. O excesso de acidez no corpo pode resultar em problemas para a saúde. O nosso organismo é criado para ser alcalino e um dos fatores que determinam o pH do sangue é a alimentação.

Além da alimentação, o cuidado com o corpo é essencial para o desempenho de atividades cotidianas, como também contribui para retardar o envelhecimento. Dicas como se exercitar sempre, beber água, não fumar e usar protetor solar são básicas e importantes. Mas para quem quer dar uma maior atenção e investir um pouco mais, existem tratamentos estéticos de última geração que vão da prevenção ao desejado rejuvenescimento.

A PRODUÇÃO DO COLÁGENO COMEÇA A DECLINAR AOS 25 ANOS E O CUIDADO COM A PELE É FUNDAMENTAL

“As pessoas vêm para manter ou recuperar a produção do colágeno e a elastina que começa a declinar aos 25 anos e que deixa a pele sem firmeza e elasticidade”, comenta Miriam Sinovetz, aesthetician e proprietária da Vitality SPA, em Boca Raton, que utiliza a tecnologia de laser, o non-surgical face lift para estimular e preencher o conteúdo com o colágeno do próprio corpo. Já o Hydra peel realiza uma limpeza e hidratação profunda em várias etapas à base de água e oxigênio. O IPL photo rejuvenation é outra técnica utilizada para reduzir manchas e rugas.

Miriam explica que o VelaSmooth™ é um tratamento inovador que utiliza o infravermelho e a radiofrequência para combater a celulite. Os procedimentos estão cada vez mais avançados e a tendência é que se tornem cada vez mais populares pela sua eficácia, como o microdermabrasion, massagem linfática, botox, fillers e drenagem facial. Cada um tem uma finalidade específica e pode ser aplicado para tratamentos de manchas, acúmulo de gordura, estrias, celulites, depilação e muitos outros.

Segundo Adriana Etzler, medical aesthetician e proprietária da AG MedSpa, em Lighthouse Point, o mais importante na hora de escolher um tratamento anti-envelhecimento é a segurança. “Precisamos identificar o problema da pele, ver se a pessoa já fez algum tratamento facial para escolher o tipo de procedimento adequado. É importante escolher um bom profissional. Existem vários tipos de procedimentos anti-aging mas gostaria de destacar o PRP Plasma, também conhecido como o vampire facelift da Kim Kardashian, que é o número um no tratamento anti-envelhecimento principalmente por ser um tratamento autólogo que traz resultados positivos, tratando as linhas de expressão, promovendo a firmeza e tonificação da pele, além de ser um tratamento excelente para manchas e acne, apresentando resultados surpreendentes”.

Mas nem só do cuidado com o corpo vive o homem. A mente precisa de estímulo para se manter ativa e positiva. Definitivamente, a juventude é uma questão de atitude perante a vida. É um estado de espírito e muitas pessoas na terceira idade ainda estão buscando realizar os seus sonhos. Enquanto alguns são surpreendidos com comentários do tipo “você parece ser bem mais jovem”, outros ouvem “você parece um velho”. Estes contrastes demonstram que tudo depende da postura diante das situações e do estado mental.

Segundo a escritora Susan Sontag, “o receio de envelhecer nasce do reconhecimento de que não estamos vivendo a vida que desejamos. É equivalente a sensação de estar fazendo um mau uso do presente”. O stress pode fazer uma grande diferença e acelerar o envelhecimento. De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da University of Winsconsin, descobriu-se que situações estressantes podem envelhecer o cérebro em pelo menos quatro anos. A descoberta foi apresentada na Conferência da Associação Internacional de Alzheimer, em Londres e revela que a possibilidade do envelhecimento cerebral pode contribuir para o desenvolvimento da doença.

O estado emocional tem uma grande infuência e por isso, educadores e psicólogos recomendam que todos se atualizem sempre, adquiram novos conhecimentos, desenvolvam novos dons e principalmente coloquem em ação todo o aprendizado. Como já dizia o filósofo Jean Jacques Rousseau, “A juventude é o tempo de aprender a sabedoria; a velhice é o tempo de praticá-la”. Afinal, a vida não é somente um acúmulo de anos, mas de histórias de vida, de experiências que irão contribuir para o desenvolvimento pessoal e para as gerações futuras que podem ser influenciadas para sempre.

A atenção com o corpo e com a mente podem determinar a longevidade aliada principalmente à espiritualidade que pode orquestrar e ser o eixo de todas as etapas da vida, renovando, fortalecendo e capacitando a todos que querem viver mais e melhor. A tão desejada fórmula da longevidade pode ser um mix de vários fatores mas já está mais do que comprovado que o bem-estar, a maturidade e a felicidade independem da idade. Ser jovem aos 20 ou aos 80 é uma questão de decisão e atitude.

Share

Related posts