Os 10 piores alimentos do mundo

Laine Furtado
Sabemos que hoje a indústria alimentícia está em ascensão e ganha cada vez mais espaços nas prateleiras dos supermercados. Esses alimentos escondem verdadeiras armadilhas para nosso organismo, causando alergias, doenças cardiovasculares e até câncer quando consumidos demasiadamente. Você sabe quais são as verdadeiras “bombas alimentícias”, os piores alimentos do mundo, aqueles dos quais devemos fugir? Precisamos estar mais conscientes do que estamos ingerindo no dia-a-dia. Se você comer com moderação, e somente de vez em quando, isso não vai causar nenhum mal permanente: o que prejudica a saúde é sempre a frequência e o exagero. Pensando nos malefícios que estas comidas proporcionam, a nutricionista norte-americana Michelle Schoffro Cook, famosa autora de best-sellers sobre alimentação, elaborou uma lista com os 10 piores alimentos do mundo para o ser humano.  É importante deixar claro que nenhum destes alimentos precisa ser excluído do seu cardápio, especialmente aqueles que você gosta bastante. O ideal é consumir estes alimentos esporadicamente e buscar ter uma alimentação saudável todos os dias.
REFRIGERANTE
Uma lata de 350 ml do refrigerante tipo cola possui 37 gramas de açúcar. Então, caso a pessoa beba uma lata por dia em um mês ela terá consumido cerca de um quilo de açúcar! Uma pesquisa divulgada no American Journal of Clinical Nutrition concluiu que refrigerantes, tanto as versões açucaradas quanto as de baixa caloria, estão associados ao maior risco de acidente vascular cerebral. Um estudo feito por pesquisadores das universidades de Miami e Columbia concluiu que quem consome o refrigerante diet diariamente tem mais chances de ter um infarto ou um acidente vascular cerebral. Outro estudo publicado pela revista científica Diabetes Care concluiu que o ingerir diariamente o refrigerante diet pode aumentar os riscos de desenvolver diabetes tipo 2 e síndrome metabólica.
Alternativa saudável: Neste caso, os sucos naturais apesar de terem muito açucar,  são opções muito melhores para a saúde. O ideal é o consumo de chá e água.
SAL
Quem diria que um dos alimentos mais básicos do nosso dia-a-dia poderia ser tão prejudicial ao nosso corpo, a ponto de ocupar o segundo lugar na lista dos 10 Piores Alimentos! Quando falamos do sal em excesso na alimentação, não estamos apenas chamando atenção para a quantidade colocada por você no prato. Um dos maiores perigos da alimentação moderna é o teor de sódio escondido nos alimentos industrializados. Até mesmo aqueles considerados “lights” podem ser pequenas bombas de sódio. A retenção de líquidos é um problema que acomete principalmente mulheres, especialmente antes da menstruação. Uma pessoa pode “ganhar” até 2kg durante o dia por causa da retenção. Só que além do inchaço, a retenção pode causar dor de cabeça, vista embaçada, pressão alta e dor no peito. Se somado a uma dieta muito rica em proteína e baixa quantidade de água, o sal em excesso pode ser ainda mais prejudicial aos rins.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL: O recomendado é ingerir no máximo 6g/dia (tampa de caneta Bic) que equivale a 2,4g de sódio.
FAST FOOD
A medalha de bronze no ranking dos Piores Alimentos vai para o Fast Food! A comida rápida tem excesso de calorias, de gordura saturada, de sódio e de proteína. Além disso, é rica em gordura trans e açúcar. A Fast Food é uma opção rápida e fácil. Mas antes de optar por pizza, hambúrguer, batata frita e muitos outros temos que saber quais os malefícios que esses alimentos podem trazer para o nosso corpo. Primeiro, há o grande risco de obesidade quando são consumidos com grande frequência. Além de hipercalóricos, esses alimentos podem causar elevação do colesterol ruim e triglicerídeos e queda do colesterol bom que é responsável pela proteção cardiovascular. A fast food também é rica em açúcar que causa excesso de peso e alterações da glicose sanguínea. A falta de fibras e o excesso de sal nesses alimentos são cruéis para o organismo. Uma alimentação rica em fibras pode proteger o corpo de bactérias ruins, protegendo assim o intestino contra o câncer e a diminuindo a absorção excessiva de glicose e colesterol. Para consumir sem riscos para a saúde, recomenda-se no máximo o consumo de fast food uma vez por mês. Lembrando que crianças não devem ser introduzidas a esses alimentos muito cedo.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL:  O sal em excesso, da fritura e da gordura, é altamente palatável para crianças. Assim, é provável que elas passem a recusar alimentos de sabor naturalmente mais suave, não aceitando os alimentos saudáveis.
AÇUCAR
O quarto lugar na nossa lista dos 10 Piores Alimentos para o Corpo não deve ser novidade para ninguém, certo?  O açúcar refinado é conhecido por sua relação com o aumento de peso e com o aparecimento da diabetes. Antes de “atacar” aquele docinho, vamos ver como o açúcar em excesso pode prejudicar o nosso organismo. Em primeiro lugar, o açúcar refinado é composto apenas por sacarose e não tem nenhum valor nutricional. Quando consumido em excesso o açúcar leva a descompensações orgânicas, inclusive o ganho de peso. Pessoas mais sensíveis podem sofrer descompensação nos níveis de glicose sanguínea, levando a um quadro de hipoglicemia reativa – quando o açúcar no sangue cai rapidamente. Em consequência, há a falta de disposição física e mental, nervosismo, irritabilidade e até depressão. Nesse momento, a pessoa acha que precisa de açúcar para “não passar mal”. O prazer pelo consumo do açúcar é dado pelos níveis de neurotransmissores liberados para o organismo. Porém, com o consumo em excesso, o corpo pode parar de fabricar esses neurotransmissores e exigir o consumo cada vez maior de açúcar como compensação.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL: O açúcar pode estar escondido em comidas que você nem imagina, como em um molho de frango, uma comida congelada ou um pote de iogurte. Fique atento!
PÃO BRANCO
O quinto lugar do nosso ranking é um alimento que tem grandes chances de estar presente na sua alimentação diária. O pão branco é um dos piores alimentos para o corpo humano. Quer saber por quê? Atrás de um belo, saboroso e crocante pão branco podem estar escondido inúmeros componentes prejudiciais a saúde. O pãozinho muito consumido no mundo inteiro não contém fibras e é pobre em nutrientes importantes. Além disso, seu consumo aumenta a compulsão alimentar e não promove saciedade. No aparentemente inocente pão branco, podemos achar várias substâncias químicas como brometo de potássio, composto proibido na década de 70 por ser nocivo à saúde, mas que torna o pão mais atrativo ao cliente. O consumo dessa substância em especial causa distúrbio gastrointestinal e pode estar associado a alguns tipos de câncer. Aumenta a glicemia, não sendo recomendado principalmente para diabéticos.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL:  Por isso, é recomendado que se opte sempre pelo pão integral, rico em fibras e, se possível, em grãos que trarão saciedade e equilibrarão a compulsão prejuízos ao corpo.
Em sexto lugar no ranking dos piores alimentos para o nosso corpo estão as carnes processadas como salame, presunto e outros frios, contêm gordura e toxinas em excesso. Enquanto a gordura leva ao ganho de peso, acúmulo de colesterol e o aumento da possibilidade de diabetes, as toxinas causam desequilíbrios fisiológicos que dificultam a perda de peso. Para efeito de comparação, doces e sobremesas se consumidos na mesma proporção, provocam o ganho de 230g. Além de serem “engordativas”, as carnes processadas são ricas em conservantes químicos, como nitritos e nitratos, glutamato sódico com
potencial cancerígeno.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL: Para continuar consumindo esses alimentos sem grandes prejuízos à saúde, você pode optar por reduzir a frequência em que eles aparecem nas suas refeições (o ideal é cerca de 1 vez por semana) e sempre em porções pequenas.
PIZZA
Em oitavo lugar no nosso temido está a pizza. Pizza e petiscos  são grandes fontes de gordura trans e gorduras saturadas. Este tipo de gordura pode levar ao aumento de peso, entupimento de veias, pressão alta e até diabetes do tipo 2. A gordura trans foi criada para dar mais sabor, melhorar a consistência e prolongar o prazo de validade de vários alimentos. Porém, está cientificamente provado que ela é extremamente prejudicial à saúde do consumidor. É importante saber que a maioria das pizzas e dos salgadinhos possui gordura trans, mesmo os que declaram não conter em seus rótulos.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL: Para quem quiser consumi-los, a dica é o consumo esporádico (uma vez a cada mês) e dar preferência para os que sejam assadas – que naturalmente têm menos gordura, calorias e sal. A gordura trans pode estar escondida como gordura parcialmente hidrogenada na rotulagem.
BATATA FRITA
Em sétimo lugar no ranking estão as famosas batatas fritas. Elas contêm não apenas gorduras trans (que causa várias doenças), mas também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em “alimentos”: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançoso na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, podendo causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL:  Uma maneira melhor de consumir a batata como petisco é cortá-la como se fosse um chips, dispor em uma travessa, colocar alecrim e azeite e levar ao forno. Caso você goste muito da batata frita, procure fazê-la em casa e sem reaproveitar o óleo, pois quanto mais utilizado, mais saturado ele fica e maiores os riscos para o coração.
SORVETE
O sorvete não é interessante por ser pobre em nutrientes.  Possui carboidratos de baixo valor nutricional, ou seja é rico em açúcar, que vai ser absorvido rapidamente pelo organismo e será transformadoo em gordura. O consumo em excesso deste alimento pode facilitar o aumento de peso. Uma bola da versão sabor chocolate, equivalente a 60 gramas, contém 130 calorias e 18,5% dos Valores Diários de gorduras saturadas que um adulto necessita. O principal problema do consumo em excesso desta gordura é que ela sofre um processo de oxidação e há o risco do aparecimento de placas que podem inflamar as artérias sanguíneas, levando a doença vascular que pode comprometer o coração, os rins e o cérebro a longo prazo.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL:  Uma opção melhor é o sorvete de palito de frutas que possui menos calorias, apenas 50 por porção de 60 gramas, e gorduras, apenas 0.14 gramas o equivalente a 0,25% dos Valores Diários. O frozen de iogurte desnatado, com 64 calorias e 0,3 gramas de gorduras saturadas o equivalente a 1,3% dos Valores Diários, é outra boa opção. O sorvete light, com 85 calorias e o equivalente a 6% dos Valores Diários de gorduras saturadas, também é uma escolha menos prejudicial.
BACON
Um levantamento feito pela Escola de Saúde Pública de Harvard descobriu que 50 gramas diários de carnes processadas como o bacon aumentam em 42% o risco de problemas cardíacos e em 19% o de diabetes tipo 2. Este alimento possui gordura saturada, de modo que uma fatia equivalente a 10 gramas possui 6,4% do Valor Diário desta gordura, que sofre um processo de oxidação que facilita o aparecimento de placas que podem inflamar as artérias sanguíneas levando ao comprometimento cardíaco.  Já o diabetes tipo 2 pode ocorrer em decorrência do consumo de bacon porque em alguns casos há diminuição da produção de insulina em resposta ao tamanho corporal do paciente.  Além disso, um estudo publicado no British Journal of Cancer concluiu que comer 50 gramas de carne processada diariamente aumenta em 19% o risco de câncer no pâncreas. Os cientistas responsáveis pela pesquisa acreditam que isto ocorre porque algumas químicas utilizadas para preservar este tipo de alimento são transformadas no nosso corpo em substâncias que podem afetar o DNA e aumentar o risco de câncer.
ALTERNATIVA SAUDÁVEL: Os fãs de bacon devem restringir o consumo do alimento para no máximo uma vez por semana. Procure fazer o feijão e a farofa sem o uso desta carne processada e caso bata uma vontade daquela fatia de bacon, tente substitui-la por peito de peru.
1234568910

Related posts