Brasil é 3º principal comprador de imóveis no sul da Flórida

De acordo com o último relatório sobre Compradores Estrangeiros de Imóveis divulgado pela Associação de Corretores de Imóveis de Miami, o número de propriedades
adquiridas no Sul da Flórida por brasileiros segue em alta. No ano passado, mesmo diante da crise econômica no Brasil, foraminvestidos US$ 6,2 bilhões em propriedades
em 2016. Em 2015 o resultado foi parecido: US$ 6,1 bilhões.
No total, foram vendidas cerca de 10.885residências em 2016, em comparação com as 10.678 de 2015, aumento de 1,9%. A pesquisa ainda elencou os principais países
estrangeiros que compraram as propriedades, incluindo dados dos condados de Miami-Dade, Broward, Palm Beach e Martin.
O Brasil é o terceiro principal comprador, em um ranking que abrange os seguintes destinos:
1. Venezuela (15%)
2. Argentina (11%)
3. Brasil e Colômbia (10% cada)
4. Canadá (6%)
5. México, França e Peru (4% cada)
“O relatório mostra um grupo mais diversificado de países comprando imóveis em Miami, o que significa que o destino continua sendo um dos principais no mundo para
compradores de imóveis internacionais”, afirma o presidente da Associação de Corretores de Imóveis de Miami, Christopher Zoller.
Mais da metade de todas as vendas de imóveis efetuadas para estrangeiros no Estado da Flórida (52%) ocorre em Miami-Fort Lauderdale-West Palm Beach, e a pesquisa
ainda revela que quando se trata da região de Miami-Dade, o Brasil responde por 15% das vendas, ficando em segundo lugar, atrás apenas da Venezuela (17%).

Related posts