Filho de rei saudita viaja aos EUA para encontro com Trump

Príncipe de 31 anos será a principal autoridade saudita a se reunir com o presidente americano desde que assumiu o cargo em janeiro.
O Influente vice príncipe herdeiro saudita Mohamed Bin Salman viajou nesta segunda-feira (13) aos Estados Unidos, onde se reunirá nesta semana com o presidente americano, Donald Trump, anunciou a agência oficial APS.
O príncipe de 31 anos, que também é ministro da Defesa, será a principal autoridade saudita a reunir-se com o presidente americano desde que assumiu o cargo em janeiro.
Salman “se reunirá com o presidente Trump e vários dirigentes para abordar a consolidação das relações bilaterais e questões regionais de interesse comum”, segundo a APS.
De acordo com a ordem de sucessão ao trono, o príncipe Mohamed, filho do rei Salman, tem fama de ser um reformista.
Elaborou um extenso plano de reformas denominado “Visão 2030” com o objetivo de diversificar a economia saudita e reduzir sua dependência do petróleo, depois que a queda do preço do produto resultou em déficits orçamentários e na adoção de uma política de austeridade.
Nos últimos anos se tornou uma das figuras mais importantes do reino, onde acumula vários cargos: ministro da Defesa, segundo vice-primeiro-ministro e conselheiro especial do rei.
Também preside o Conselho de Assuntos Econômicos e Desenvolvimento, órgão que supervisiona a Saudi Aramco, a maior empresa produtora de petróleo do mundo.
As relações entre Arábia Saudita e Estados Unidos, aliados há mais de sete décadas, pioraram durante a administração de Barack Obama, sobretudo depois que Washington se recusou a participar em uma intervenção militar de grande envergadura na Síria.
Mas o ministro saudita das Relações Exteriores, Adel al-Jubeir, afirmou acreditar que o governo Trump se envolverá mais na região, especialmente para conter o Irã, grande rival da Arábia Saudita.

Related posts