AMOR A ESSÊNCIA DA VIDA

Muito se tem falado sobre este tema que desperta a atenção de todos. Busca-se definições, principalmente, na literatura grega da antiguidade. Destacamos algumas definições do AMOR.
PHILOS Este é o chamado amor fraternal, que envolve lealdade, igualdade e mútuo benefício, além de dedicação ao objeto amado. A dedicação desse amor pode chegar a ser mental, que está entre o espiritual e o emocional. É o caso do amor pela sabedoria, que pode ser um meio de crescimento mental, intelectual e cultural. Philos Representa o amor motivado pela atração física, que manifesta o instinto de união e reprodução. É o amor fundamental para a natureza, pois é a força primitiva da procriação e preservação da espécie. Também é sinônimo de sensualidade que leva a atração física e depois às relações sexuais.
EROS é o tipo de amor mais perigoso, pois se não vivido de forma equilibrada pode trazer muita dor.
PLATÔNICO Deve-se a Platão, filósofo grego da antiguidade. No conceito de Platão, esse seria um amor essencialmente puro, que não se fundamenta em um interesse, mas na virtude e, é desprovido de paixões que, segundo ele, são cegas, materiais, efêmeras e falsas.
STORGE No grego moderno, é a afeição natural que denota o amor a integrantes de uma família, de um grupo com afinidade, ou um afeto para uma atividade particular em grupo.
ÁGAPE Esta é mais uma palavra do vocabulário grego que significa amor. Ágape está muito ligado ao amor divino, incondicional e com sacrifício. Este é o amor afetivo, isento de conotações sexuais, segundas intenções, malícias e interesses pessoais. A satisfação de Ágape tembém diz respeito ao prazer por boa comida e bebidas partilhadas entre pessoas fraternas, formando assim um ambiente harmonioso.
THELEMA No grego moderno, é a vontade, o desejo de fazer algo, estar ocupado, estar em proeminência. Embora o amor possa ser expresso de diferentes maneiras nos relacionamentos interpessoais, é preciso observar que quando uma pessoa tenta expressar amor nos relacionamentos sem que tenha Amor Próprio acaba colocando em risco o seu equilibrio emocional.
AMOR PRÓPRIO Ao contrário do que muitos pensam, não é egoísmo mas deve ser referência para os nossos relacionamentos. “Ame o seu próximo como a si mesmo”, indica que se na tentativa de amar o outro a pessoa não tem esta refe- rência, corre o risco de não ser correspondida segundo as suas expectativas. Expressar amor não significa anulação, mas doação. Na anulação a pessoa vive em função da outra e perde os seus objetivos, enquanto que na doação o relacionamento é vivido com equilíbrio, respeito, limites. Amor pode ser demonstrado com o cuidado, proteção, carinho, respeito, atitudes e palavras. E pode se manifestar de diferentes formas, como: amor materno ou paterno; amor fraterno, entre irmãos e amigos; e amor físico. Amor é a essência da vida pois sem ele a vida perde o colorido próprio colocado pelo Criador. Sem amor a pessoa pode existir, mas nunca será aquilo para o qual foi criada.

Related posts