Como funciona o processo de impeachment no Brasil

Com a aprovação da Câmara dos Deputados para a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o futuro do mandato presidencial está nas mãos dos 81 senadores brasileiros. Por 367 a favor e 146 contra (incluindo abstenções e ausências), a Câmara dos Deputados aprovou no dia 17 de abril, a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Eram necessários 342 votos, ou 2/3 do total de 513 deputados e 342 deputados votaram a favor. Agora o processo de impeachment vai para o Senado. Na Casa, são previstas três votações em plenário até a conclusão do processo, de acordo com  estudo feito para o impeachment de Fernando Collor de Melo em 1992. A revista Linha Aberta apresenta um overview do que aconteceu no Plenário mostrando um resumo de como funciona o processo de impeachment no Brasil e quais são os próximos passos a serem seguidos no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Confira o restante de matéria especial sobre o impeachment em nossa revista online.

Related posts