Lytron
My Partner

Mississippi aprova lei que permite recusar atendimento a gays

O governador do Mississippi, Estado no sul dos Estados Unidos, assinou nesta terça-feira uma lei que permite aos proprietários de estabelecimentos comerciais e aos funcionários públicos recusar atendimento a casais homossexuais com base em suas crenças religiosas. A lei vai contra a Constituição americana e grupos civis se movimentam para tentar derrubá-la. O governador republicano Phil Bryant explicou que aprovou a lei para “proteger as crenças religiosas e as convicções morais de indivíduos”.

A chamada Lei de Proteção da Liberdade de Consciência da Discriminação Governamental foi duramente criticada pelas associações de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais (LGBT), e também por estabelecimentos comerciais locais e pelo Conselho Econômico do Mississippi. O grupo de defesa dos direitos dos homossexuais Freedom for All Americans considerou a nova lei como “a pior peça de legislação anti-LGBT de todo país”.

A lei impede que o governo estadual puna qualquer igreja, organização ou empresa que se negue a oferecer seus serviços a pessoas se isso representar uma violação de suas crenças religiosas, como a de que o casamento é a união entre um homem e uma mulher e que os conceitos de “homem” e “mulher” são imutáveis.

 

Fonte: Veja

Share

Related posts