Lytron
My Partner
cultureholidays

Comunidade: Voos brasileiros no céu de Miami

O piloto Matheus Broglio de 35 anos, começou a trabalhar com aviação nos EUA rebocando faixa em um monomotor. Hoje, é dono de uma empresa de voos panorâmicos. Apaixonado por aviação desde os 17 anos, chegou aos EUA em 2002. Passou por alguns empregos antes de realizar o sonho, idealizado ainda no Brasil, de trabalhar com aviação. Sua formação teórica era a melhor possível: curso de piloto privado, piloto comercial e formado em Ciências Aeronáuticas, pela PUC-RS.

Com muita dedicação e aprendizado, Matheus, ou Matt, como é conhecido, conseguiu seu primeiro trabalho no ramo de aviação americana. Rebocar faixas em um monomotor foi, além de um emprego, uma escola, assim como vôos de translado dos Estados Unidos para o Brasil em monomotores e bimotores de pequeno porte. Aventuras que duravam quase uma semana atravessando o caribe e a fl oresta amazônica.        Desafi ado e desencorajado por um instrutor americano na retomada de sua carreira como piloto, Matheus ouviu palavras duras e difíceis de engolir, mas não se abalou, muito menos desistiu.

Após alguns anos sem chegar perto de um avião, voltou às origens. Hoje, depois de muito tempo de voo, Matt possui o seu próprio negócio. Comprou um monomotor e, com um investimento fi nanceiro, equipou a aeronave com tudo
o que é necessário para uma experiência completa, como interior de couro, janelas panorâmicas, sistema de comunicação interna, entre outras customizações.

Assim, nascia a Miami Plane Tours, que oferece voos panorâmicos pelo céu de Miami. Estabilizado e em constante crescimento, o negócio prosperou, atraiu investidores e, agora, conta com 3 aeronaves. Com 4 mil horas de voo, equilibrando esforço, experiência e, por que não, um pouco de sorte, Matt e a Miami Plane Tours representam muito bem o Brasil no céu de Miami. E no que depender dos dois, piloto e empresa, esse céu será cada vez mais brasileiro.

Share

Related posts