Scott Weiland, ex-Stone Temple Pilots e Velvet Revolver é encontrado morto em onibus de turnê

O roqueiro Scott Weiland, de 48 anos, foi encontrado morto na madrugada de quinta-feira (3) para sexta (4), dentro do ônibus que sua banda, Scott Weiland & the Wildabouts, viajava durante uma turnê em Minnesota.

Weiland e o grupo estavam previstos para se apresentar no Medina Ballroom durante a noite e, de acordo com uma fonte próxima da banda, por conta da tragédia, a apresentação foi cancelada.  Ex-vocalista de bandas lendárias como Stone Temple Pilots e Velvet Revolver, Weiland lutava contra o abuso de drogas e álcool há anos, mas a causa da morte ainda não foi divulgada.

No perfil oficial do cantor no Facebook, uma nota confirmou a morte. “Scott Weiland, mais conhecido como vocalista do Stone Temple Pilots e do Velvet Revolver, morreu enquanto dormia durante uma parada do ônibus durante a turnê em Bloomington, no estado de Minnesota, com sua banda, The Wildabouts. Neste momento, pedimos que a privacidade da família de Scott seja preservada”, dizia o comunicado.

TRAJETÓRIA
O cantor começou sua carreira em 1985, como líder do Stone Temple Pilots, que ainda era chamada Mighty Joe Young e, em 1994, por conta dos vícios de Weiland, o grupo é obrigado a cancelar a turnê enquanto o vocalista estava em reabilitação. A calmaria dura até 1996 e dois anos depois ele sai do STP e encara a carreira solo, com o disco de estreia 12 Bar Blues.

Em 1999, novamente com o Stone Temple Pilots, ele é preso por uso de drogas e fica 7 meses na cadeia. Em 2003,  Slash, Matt Sorum e Duff McKagan (todos ex-integrantes do Guns n’ Roses) e Dave Kushner se unem e formam o Velvet Revolver. Mas os problemas com substâncias ilícitas retornam e Weiland é preso novamente. Em 2008, ele abandona o Velvet e volta ao Stone Temple Pilots, mas é demitido em 2013. Então, cria a Scott Weiland and the Wildabouts, em sua última parceria musical.

Related posts