Lytron
My Partner

Léo Moura está fora do Strikers

 Léo Moura está fora do Strikers

O Fort Lauderdale Strikers acaba de anunciar que Léo Moura foi liberado do contrato que o jogador tinha com o time de futebol. A decisão foi de comum acordo com as duas partes envolvidas. Léo Moura participou de 10 jogos em Fort Lauderdale e teve participação em nove American Soccer League Spring Season, jogando um total de 886 minutos. Ele fez dois gols e participou de dois num ação da liga.  Moura foi o capitão do Strikers desde que chegou aos Estados Unidos, vindo do Flamengo, onde jogou por 10 anos. O  sócio gerente do Strikers, Ricardo Geromel, disse em comunicado oficial que Léo Moura sempre foi muito profissional fora e dentro do campo e seu retorno ao Brasil foi por motives familiares e “nós respeitamos sua decisão. Desejamos o melhor ao Léo Moura e sua família.

Os jornais brasileiros divulgaram que o distrato aconteceu na sexta-feira após os dirigentes entenderem que não existia mais clima para o camisa 10 seguir atuando pelo time da Flórida. O ex-jogador do Flamengo negociou com o Vasco e chegou a acertar com o Coritiba, mas uma regra da Fifa o impede de defender o time paranaense em 2015. “Léo Moura não é mais jogador dos Strikers. A rescisão do contrato aconteceu ontem (sexta-feira). Não fazia mais sentido ele continuar no clube, o clima era zero. Não vamos prejudicar a carreira do atleta”, disse Rafael Bertani ao Sport TV.

Rafael Bertani revelou que o lateral pediu ajuda ao clube americano para conseguir atuar pelo Coritiba ainda no Campeonato Brasileiro. Segundo o parágrafo 3 do artigo 5 do Regulamento de Transferências da FIFA, um atleta pode atuar por até dois clubes durante uma mesma temporada, que já foi atingido pelo jogador no Flamengo, na Copa do Brasil, e pelo Fort Lauderdale Strikers, na NASL, liga secundária dos Estados Unidos. “Ele nos pediu ajuda. Vamos escrever uma carta para a Fifa explicando toda situação para que ele fique liberado para atuar pelo Coritiba. Ele e o empresário (Eduardo Uram) pediram desculpas por toda a confusão e o desfecho desta história foi amigável. Agora é com o Léo Moura, mas vamos ajudar”, afirmou.

E no Strikers, Amaury Nunes, gerente geral do clube, disse que desde que o clube s está com um novo time de investidores brasileiros, entre ele o Ronaldo Fenômeno, o Strikers tem passado por uma reestruturação muito grande. “Temos 6 meses com o clube e muita coisa está acontecendo. “O Strikers está com uma visibilidade positiva e internacional. A vinda do Ronaldo deu uma ênfase para o clube que hoje tem muitos torcedores brasileiros, e estamos crescendo a cada dia”, afirmou.

O  presidente do Strikers, Sean Guerin, também disse que está vendo o crescimento do time nos últimos meses e que a imagem do clube tem crescimento juntos às comunidades americana, hispânica e brasileira. “Estamos trabalhando no sentido de divulgar a imagem do clube e buscar empresas que estão investindo no time. Temos vários projetos que estão em andamento e que vão fortalecer a imagem do clube não só em Fort Lauderdale, como também nos Estados Unidos e internacionalmente”.

Caption for attached photo: Léo Moura num jogo com o  Jacksonville Armada FC’s Jemal Johnson no Lockhart Stadium no dia 11 de abril de 2014. Foto: Jon van Woerden / Fort Lauderdale Strikers

Share

Related posts