A motivação que supera os obstáculos

A motivação que supera os obstáculos

Em algumas ocasiões, o ser humano demonstra possuir uma força de realização bem superior do que a média, levando-o a caminhar, cotidianamente, em busca da motivação que supera os obstáculos.

Em algumas ocasiões, o ser humano demonstra possuir uma força de realização bem superior do que a média, levando-o a caminhar, cotidianamente, em busca dos seus sonhos. Antes mesmo de os realizar, já sente que é vitorioso e, portanto, caminha confiante, na expectativa de que é apenas uma questão de tempo para se chegar no destino traçado por suas idéias e convicções.

O relato a seguir é de um vendedor de consórcio, narrando enfática e seguramente cada palavra acerca de sua história e objetivos de vida: “Eu já trabalhei quatro anos como ajudante de cozinha e um ano e meio como garçom.

Já carpi em roça de milho e colhi café durante algum tempo. Na minha infância, ouvi outras crianças falarem: – Esta camiseta que você está vestindo já foi minha. Hoje, sou um ótimo aluno do colegial e faço cursinho para prestar o vestibular de uma universidade do governo. Farei uma poupança para me sustentar durante o período de faculdade, até conseguir a ajuda da bolsa-pesquisa. Depois, faço o meu currículo e levo para uma firma multinacional. As adversidades da vida me fazem ir para frente, quanto mais difícil melhor. Tenho vinte e dois anos.”

Neste caso, os obstáculos que a vida oferece, se tornam força motivadora que impulsiona ao sucesso. As bases motivacionais presentes neste jovem, desde bem pequeno, são o orgulho sobre si mesmo – sair de uma condição inferior social e alçar vôos ousados na conquista de novos horizontes, aproximando-se do sucesso. Outra forma de orgulho é saber que o seu pai descreve as façanhas de crescimento do filho para os seus conhecidos. Tais fatores são valiosos o suficiente para que o dia-a-dia seja alimentado com esta força de vontade.

Casos similares são descritos em biografias de pessoas que acreditaram em seu sucesso. Puseram na cabeça a idéia de alcançar determinado objetivo e lá chegaram. Lee Iacocca, que foi presidente da Ford nos Estados Unidos, alardeava aos seus colegas de faculdade que iria trabalhar na companhia e que quando completasse trinta e cinco anos seria o presidente dela. Errou por um ano, foi presidente da Ford aos trinta e seis anos. Lutou incansavelmente até pisar no topo da montanha dos seus sonhos.

Objetivos, métodos e persistência levam o ser humano aos lugares mais diferentes e aparentemente impossíveis. A vontade é o elemento que faz a pessoa caminhar, sob sol ou chuva e com os reveses diários. Santo Agostinho (354–430), grande pensador, escreveu: “De todas as faculdades da alma, a mais importante é a vontade, intervindo em todos os atos do espírito e constituindo o centro da personalidade humana”.
Ao final, relata o jovem vendedor: “Não sei porque estou aqui contando a minha vida, mas sempre tem uma razão de ser”. Esta razão, completo aqui, é a de compartilhar a rica experiência e vontade, com a finalidade de se conhecer o quanto o homem pode realizar, desde que creia, queira e lute. Antes mesmo de se atingir qualquer objetivo, já se venceu com a caminhada que leva até ele, pois a vida é feita de sonhos, altos e baixos, fracassos e vitórias. Viver, então, é vencer os obstáculos dia após dia. Vença.

>> Armando Correa de Siqueira Neto é psicólogo, consultor, conferencista e escritor. É professor de gestão de RH pela Faculdade de Administração de Limeira. É mestrando em Liderança pela Unisa Business School. E-mail: selfpsicologia@mogi.com.br

Related posts