O que fazer enquanto esperamos a aprovação de uma lei de imigração

O Presidente Obama vem prometendo mudanças nas leis de Imigração. Segundo fontes em Washington, o Presidente irá utilizar seu poder executivo para tentar remediar, uma parte do problema.  Existem vários boatos com respeito ao que será feito por Barack Obama. Para a advogada de imigração, Ingrid Domingues McConville, tudo está nas mãos do Presidente e temos que esperar a decisão dele.
Ingrid McConville disse que as pesquisas mostram que os números de imigrantes ilegais são enormes e crescem dia a dia, atualmente em excesso de 10 milhões. “Mais recentemente, o fluxo de centenas e centenas de crianças e menores desacompanhados passando pela fronteira entre o México e os Estados Unidos cresce a cada dia. Qualquer ação do Presidente irá certamente beneficiar uma parte desses imigrantes e não todos. Quais irão se beneficiar é impossível saber”.
A advogada explica que algums acham que o Presidente irá beneficiar aqueles imigrantes indocumentados com filhos nascidos nos EUA. Outros dizem que o Presidente somente vai incluir imigrantes com filhos que já possuem o benefício “DACA”. Ainda outros acreditam que o Presidente irá beneficiar mais ou menos 5 milhões de imigrantes baseado na data de entrada inicial nos EUA. Mas, não sabemos realmente qual será a decisão de Obama.
O que podemos esperar? O que devem fazer os imigrantes que tanto aguardam uma nova lei, uma nova medida, uma nova esperança? O que pode o imigrante ilegal fazer? Todos dizem – esperar. Esperar e ter esperança.  Todos que estão “indocumentados” devem se preparar para quando este sonho de algum benefício imigratório se tornar realidade.
Ingrid McConville dá umas dicas que podem ajudar o imigrante indocumento quando a lei imigratória for aprovada.
Primeiro, tenha  seus documentos em dia especialmente seu passaporte. Confira que todas as certidões de sua família, certidões de nascimento, casamento e divórcio estão em suas mãos e traduzidas para o Inglês.  Comece a arrecadar provas de sua estadia nos Estados Unidos, como históricos escolares seus ou de seus filhos, copias do seu pagamento de Imposto de Renda, copias de contratos de locação ou escrituras de compra de um imovel. Junte provas que não pode ser fabricadas como laudos médicos, provas de compra de remédios (Walgreens e CVS fornecem listas de todos remédios comprados por você), cópias de multas de trânsitos. O seu banco poderá lhe dar uma carta confirmando a data em que você abriu sua conta e junte o maior número de extratos que você possa. O ideal é ter pelo menos 2 documentos ou provas de sua residência contínua, começando com o ano de sua primeira entrada nos Estados Unidos até a data presente. Quantas mais provas, melhor”.
A advogada disse que ainda não temos uma nova lei, ou nova medida ou nova Ordem Executiva. “Nao ouçam boatos ou promessas de pessoas que dizem ser profissionais na área de Imigração. Não procure ajuda de curiosos ou paralegais. Se o Presidente Obama realmente cumprir com sua promessa de tentar remediar nosso sistema de Imigração, isto será algo histórico! Não entregue sua possível “única chance” nas mãos de quem não é um advogado de imigração. Lembre-se que somente um advogado poderá lhe dar conselho legal e protejer seus direitos”, salientou.

Related posts