Lytron
My Partner
cultureholidays

Azul confirma voos para Flórida e NY, com 11 Airbus

David Neeleman, fundador e CEO da Azul Linhas Aéreas, anunciou em Campinas, que a companhia ingressará nas rotas internacionais a partir do primeiro trimestre de 2015. O plano de expansão envolverá uma frota de 11 Airbus – cinco A350-900, que deverão ser entregues no início de 2017, e seis A330-200, que devem começar a chegar no primeiro semestre deste ano (2014). Dessa maneira, pelos próximos três anos, serão acrescidas 11 aeronaves wide-body (fuselagem larga) aos atuais 80 Embraer e 56 ATR.
Os novos equipamentos serão usados em rotas entre o Aeroporto internacional de Viracopos e os EUA. “Vamos voar para onde os brasileiros querem: Flórida (ainda a definir entre Miami, Fort Lauderdale ou Orlando) e Nova York. As tarifas serão mais do que competitivas”, disse Neeleman.
Para o anúncio, a companhia reuniu sua cúpula: John Rodgerson, diretor financeiro; Flávio Costa, diretor de Operações; Antonoaldo Neves, presidente; e Trey Urbanh, vice-presidente da companhia. Neves fez questão de frisar que se trata da evolução de um modelo de negócios, iniciado em 2008, com a fundação da companhia. “A aviação regional continua sendo nosso foco. Em breve se estabelecerá um círculo virtuoso: a aviação regional alimenta a internacional e vice-versa”, falou.
Neeleman falou também sobre o IPO, tentado, sem sucesso, no ano passado. “A pergunta não é se vamos entrar mas sim quando”, destacou. Ele afirmou que a Azul vai bem, tem um caixa forte e os investidores estão muito satisfeitos. “Não precisamos abrir capital, mas queremos crescer. Sem dúvida”.

TRÊS CLASSES
Rodgerson destacou que a empresa gastará de US$ 6 milhões a US$ 8 milhões para dotar as aeronaves com o padrão Azul. E que serão comercializadas três classes: a business, econômica plus e econômica. “A business terá o mesmo conforto das antigas primeiras classes. Os assentos reclinarão totalmente”, ressaltou.

Share

Related posts