Lytron
My Partner
cultureholidays

Líder mundial do setor de bananas terá sede em Dublin, na Irlanda

Embora os maiores exportadores de banana no mundo sejam Equador, Costa Rica e Colômbia, a mais nova gigante do setor vem do clima temperado: a irlandesa-americana ChiquitaFyffes.
A fusão da americana Chiquita Brands e da irlandesa Fyffes foi anunciada ontem e criará a maior empresa de bananas do mundo, com receitas anuais de US$ 4,6 bilhões.
A Irlanda não produz bananas. Os EUA, quase nada -8 mil toneladas ao ano, contra 8 milhões do Equador. Toda a produção das duas empresas se concentra em terras tropicais nas Américas (inclusive no Brasil) e na África, tanto em fazendas próprias quanto de terceiros.
As duas empresas começaram, ainda no século 19, como importadoras de frutas. No caso da Chiquita, seu fundador, Lorenzo Dow Baker, começou o negócio comprando 120 cachos de banana na Jamaica em 1870, revendendo-os 11 dias depois em Nova Jersey e, em seguida, reinvestindo o lucro.
Ao longo das décadas, através de expansões, fusões e compras, as empresas foram dominando as outras partes da cadeia de produção. A marca Chiquita Banana surgiu nos anos 1940, em remissão à brasileira Carmem Miranda o logo da empresa é uma mulher com um chapéu de frutas.
A nova empresa também atuará nos mercados de melão, abacaxi e de saladas. Estará em mais de 70 países e terá 32 mil funcionários.
As ações da empresa serão negociadas na Bolsa de Nova York, mas a sede da nova líder do setor será a nada tropical Dublin de agora em diante, a capital mundial da banana.

Share

Related posts