Lytron
My Partner

Snowden eleito presidente do conselho de estudantes da Universidade de Glasgow

Norte-americano vai exercer funções à distância. Está em asilo na Rússia após divulgação de documentos confidenciais sobre a Agência de Segurança Nacional.

Edward Snowden, analista informático norte-americano que revelou dados sobre os programas de espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA), foi eleito para o cargo de presidente do conselho de estudantes (rector) da Universidade de Glasgow, na Escócia, durante os próximos três anos. Snowden, actualmente em asilo temporário na Rússia, agradeceu aos estudantes pela sua decisão “corajosa” e “histórica em defesa dos nossos valores”.

O norte-americano é procurado e acusado pelos Estados Unidos da violação da lei da espionagem depois de em Junho do ano passado ter revelado através dos jornais The Washington Post e The Guardian a existência do programa PRISM, através dos quais os Estados Unidos monitorizam os telefonemas e mensagens dos cidadãos norte-americanos e de outros países, feitos através das redes telefónicas e da Internet.

O convite dos estudantes da Universidade de Glasgow para entrar na corrida para rector só foi formalizado só depois de Snowden ter aceitado o mesmo através do seu advogado, indica a agência Reuters. Além do norte-americano, três outros candidatos estiveram sujeitos a uma votação online, cujo resultado foi conhecido nesta terça-feira, para ocupar o cargo instituído desde 1451 na universidade. Terá como principais funções representar os alunos junto da direcção e administração e presidir ao tribunal da universidade, órgão que administra os recursos do estabelecimento de ensino.

A eleição é apenas simbólica. Dificilmente Snowden poderá assumir as suas funções presencialmente, sendo esperado que intervenha pelos estudantes à distância, a partir do país que lhe cedeu asilo.

Num comunicado enviado ao The Guardian, o norte-americano afirmou a sua humildade perante a sua eleição e agradeceu. “Somos recordados por esta decisão corajosa que a fundação de toda a educação é desafiar, coragem para investigar, experimentar e inquirir”, escreveu ao diário britânico. “Num mundo onde tantos dos nossos pensamentos em desenvolvimento e questões e planos devem ser confiados a uma Internet aberta, a vigilância em massa não é simplesmente uma questão de privacidade, mas de liberdade académica e liberdade humana”, acrescentou.

Para Snowden a sua eleição mostra a “intenção dos estudantes da Universidade de Glasgow em mostrar um caminho”. “É uma grande honra servir como o seu rector”.

Share

Related posts