Mãe recebe homenagem após doar 26 litros de leite para banco público

 

No Dia Nacional de Doação de Leite Humano, saiba como se tornar doadora também

 

Yaskara Randisek e a filha Aysha com Monica Zacharias, responsável pela Comunicação do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros (Foto: Divulgação)

Nesta terça-feira (1) é comemorado o Dia Nacional de Doação de Leite Humano. Durante a semana, os bancos de leite realizam eventos para homenagear as doadoras e incentivar outras mulheres que amamentam seus filhos a tornarem-se voluntárias.

Em São Paulo, a fisioterapeuta Yaskara Randisek, moradora do Tatuapé, na zona leste, recebeu uma homenagem merecida: em cerca de quatro meses, doou 26 litros de leite à maternidade estadual Leonor Mendes de Barros. Sua filha, Aysha, nasceu em maio. Logo no primeiro mês, Yaskara percebeu que produzia muito leite e acabava desperdiçando um alimento que poderia ajudar outras crianças.

A fisioterapeuta ligou para a maternidade onde teve sua filha para saber como poderia doar o leite. Foi lá que a indicaram o banco da Leonor de Barros. Assim que manifestou seu interesse, uma enfermeira a visitou em sua casa para coletar o sangue e fazer os exames necessários. No mesmo dia, deixou os recipientes para guardar o leite e explicou como Yaskara deveria fazer a coleta e armazenamento. “Quando voltaram, disseram que estava tudo certo no exame e levaram o meu leite”. Desde então, ela recebe uma representante do banco de leite toda semana, que recolhe o que já foi armazenado e deixa novos vasilhames esterilizados.

“Eu teria de tirar o leite de qualquer maneira, porque, quando o seio está muito cheio, o aleitamento é dolorido e mais difícil”, conta Yaskara. “Hoje minha filha já dorme oito horas durante a noite, então eu acordo com o seio dolorido e faço a ordenha. E é melhor para a Aysha, porque quando ela acorda e mama, sai menos leite de uma vez e ela não engasga.”

Na última segunda (30), pela primeira vez, Yaskara conheceu mães beneficiadas por sua doação. Elas tiveram bebês prematuros, que precisaram do banco de leite para se alimentar. “Hoje elas amamentam e os bebês já deixaram o hospital e eu fiquei muito emocionada ao encontrá-las”, disse a doadora. Além de fazer sua coleta, a fisioterapeuta divulga a iniciativa para todos os seus amigos e parentes.

Aysha vai completar 5 meses na próxima semana e sua mãe pretende amamentá-la exclusivamente até os 6 meses, conforme recomenda a Organização Mundial de Saúde. Como Yaskara é dona da própria clínica de fisioterapia, seus horários são mais flexíveis e ela consegue estar em casa para amamentar. Aysha nasceu por cesárea após Yaskara ficar mais de 12 horas em trabalho de parto. Ela não teve muitos problemas para amamentar e seguiu a recomendação da equipe da maternidade de fazer compressas no seio com chá de camomila para aliviar o desconforto inicial. Porém, depois das primeiras semanas conseguiu seguir sem dores.

Se você gostou da iniciativa e também quer fazer sua doação, consulte a lista de bancos de leite.

Como doar

Preparo do frasco

Você pode utilizar um frasco de vidro com tampa plástica para armazenar o leite. Lave bem o recipiente e coloque em uma panela com água para ferver por 15 minutos. Depois, deixe-o secar de boca para baixo em um pano limpo, sem enxugar. Quando ele estiver seco, está pronto para uso.

Coleta

Antes de começar, escolha um lugar limpo e confortável para sentar. Prenda os cabelos, lave as mãos e antebraços com água e sabão, seque em toalha limpa e, se possível, coloque máscara no rosto. Quando estiver pronta, massageie as mamas com as polpas dos dedos fazendo movimentos circulares no sentido da aréola para o corpo. Para realizar a ordenha, coloque os dedos polegar e indicador no local onde começa a aréola e empurre para trás em direção ao corpo. Comprima suavemente um dedo contra o outro, repetindo esse movimento várias vezes até o leite começar a sair. Os primeiros jatos devem ser desprezados. Uma dica: evite conversar durante o processo.

Como armazenar

Anote na tampa do frasco a data e a hora em que realizou a primeira coleta do leite e guarde-o fechado imediatamente no freezer ou no congelador. Se o frasco não ficou cheio, você pode completá-lo em outro momento. Para isso, use um copo de vidro previamente fervido, por 15 minutos, e escorra sobre um pano limpo até secar. Então, coloque o leite recém-ordenhado sobre o que já estava congelado. Guarde imediatamente o frasco no freezer. Com os potes completos, você pode ligar para um banco de leite humano. E atenção: o leite congelado deve ser transportado para o banco antes de completar 10 dias da data da primeira coleta.

Share

Related posts