Lytron
My Partner
cultureholidays

Lisboa: destino turístico mundial

Giovana Marques |  contato@linhaaberta.com

Lisboa, tachada de melancólica e decadente, procura enterrar clichês e se colocar na vanguarda turística mundial impulsionada por prêmios internacionais que a situam como a melhor cidade europeia para períodos curtos de viagem.

Sua relação qualidade-preço, a conjugação de sua vertente moderna e multicultural com notáveis atrativos históricos e culturais, além de sua boa acessibilidade, são os fatores que mais pesaram para que a capital portuguesa desbancasse outras cidades, segundo o diretor geral de Turismo de Lisboa, Vitor Costa.

Os prêmios "World Travel Awards", que recebem os votos de profissionais e consumidores de 171 países, consideraram este verão Lisboa o melhor destino europeu para uma escapada de fim de semana ("City Breaks") na frente de cidades como Londres, Madri, Paris, Roma, Veneza, Dublin e Istambul.

O prêmio, conseguido pela terceira vez em cinco anos, representa um novo respaldo que aumenta "a visibilidade" da capital portuguesa e gera um crescimento no fluxo de turistas, disse Costa, ressaltando a relação qualidade-preço da cidade.

"Foi unanimemente considerada um ponto muito forte, quando se compara com a concorrência. Hoje em dia, este é um atributo muito apreciado", comentou o responsável de Turismo de Lisboa.

Dos cinco milhões de estrangeiros que visitam anualmente Lisboa, se destacam, por ordem numérica, espanhóis, brasileiros, alemães, franceses, italianos, britânicos e americanos.

Apesar de estar ainda longe do volume de outras cidades europeias, como Paris, Barcelona e Berlim, a capital de Portugal tem potencial para continuar sua tendência de crescimento entre o turismo estrangeiro.

A ampliação do terminal de grandes cruzeiros na foz do rio Tejo e o lançamento de voos para vários destinos europeus através da popular companhia aérea de baixo custo Ryanair reforçam o perfil internacional de Lisboa.

Muito apreciada por seu clima suave e ensolarado, assim como por sua gastronomia, a capital dos esplêndidos mirantes ao Tejo e da original arquitetura do século XVI e arcaica abrange tanto o turismo de alto padrão quanto o de "low cost".

Mas são justamente os hostels lisboetas – que oferecem preços a partir de 12 euros a noite – os que mais se sobressaíram por sua qualidade, segundo o portal "Hostelworld.com".

O portal considerou quatro destes estabelecimentos como "os melhores do mundo".

"A implantação deste tipo de unidades de alojamento normalmente ajudou a reabilitar construções antigas no centro histórico e animar essa região", explica Costa.

O melhor exemplo de um bairro antigamente degradado que floresceu com o dinamismo do turismo é o de Mouraria, berço do fado e de origem árabe.

Sua reabilitação urbana através de fundos europeus incitou o investimento de muitos particulares que apostaram na recuperação de prédios com fins turísticos.

Os impactos econômicos que estes prêmios podem gerar em um país afetado por uma severa crise não são "diretamente mensuráveis", segundo o diretor geral, lembrando, no entanto, o robusto aumento de turistas, um segmento que em seu total representa cerca de 14% do PIB português.

Lisboa, que conta com cerca de 600 mil habitantes, também goza de um enclave privilegiado que atrai ainda mais visitantes, principalmente milhares de surfistas e que fica perto da histórica Sintra e do famoso balneário de Cascais.

Por isso, vale a pena fazer as malas e conhecer Lisboa.

Share

Related posts