O Democrata Alan Grayson conquista sua cadeira no Congresso

 

Alan Grayson e Rita Pires. FOTO: DA REDAÇÃO

Alan Grayson, que em 2009 foi eleito para o congresso do Distrito 8, agora ocupa sua cadeira no Distrito 9, que abrange as áreas: east Orange County, northeastern Polk County e toda Osceola County. Preocupado com a questão da educação, e por saber  que ¼ da população é de latinos, é que o democrata deseja investir em livros e revistas em espanhol nas bibliotecas.

Como a forte participação do business brasileiro na Florida Central, aproximadamente 30% de negócios com brasileiros, Grayson entende a importância do bom relacionamento comercial entre a Florida e o Brasil, por isso tem como plano  facilitar as transações dos brasileiros que desejam investir na parte imobiliaria e em negócios na Flórida.

Em seus projetos estão incluídos cursos em espanhol sobre negócios para comunidade latina. “Desejo ser uma boa influência no Congresso nas questões ligadas aos brasileiros”, afirmou. “Terei orgulho em representar, uma das áreas mais diversificadas da Flórida. Existe também o interesse de facilitar o visto para os turistas nos consulados e, empregar mais funcionários que falam espanhol nos aeroportos, inclusive os médicos que atendem no setor de primeiros socorros.

O democrata avaliou a mudança na histórica dos Estados Unidos nos últimos anos  e ressaltou que a eleição de Obama em 2008 e a  sua eleição para o congresso são referências desta mudança. Obama por ser o primeiro presidente “afro-americano” no país e Grayson por ser filho de judeu.  Grayson lembrou da perseguição que seu pai sofreu durante anos, por conta do preconceito religioso e disse: “Hoje, o mais importante não é o sobrenome ou quem são os pais, mas sim a capacidade de exercer a função política. Tudo isto, nos faz refletir uma mudança expressiva na história da América.”

Ele disse que antigamente só evangélicos eram eleitos para presidente, poucos católicos. Mas apesar das mudanças, sabemos ainda do longo caminho para chegar aonde queremos. Sabemos que ainda existe descriminação. Hoje nos EUA, a estatistica é que os brancos são 7 vezes mais ricos que os afro- americanos e latinos. Isto ainda é uma descriminação, mas continuamos lutando pelas mudanças. Os Estados Unidos é um país com uma grande diversificação de habitantes, por isso devemos lutar pelos direitos de todos.”

Alan Grayson falou da paixão em ajudar as comunidades e trabalhar para o país. Ele acredita que o Congresso precisa de pessoas que se importam com  a cidade e seus habitantes.

Related posts