Lytron
My Partner
cultureholidays

Califórnia veta lei que impede verificação de imigrantes ilegais

O governador da Califórnia, Jerry Brown, vetou uma proposta para a imigração chamada de lei "anti-Arizona", que protegeria alguns imigrantes ilegais de verificações de documentos realizadas pelo governo federal dos EUA. O projeto de lei proibiria autoridades locais de cumprir pedidos federais de detenção para imigrantes ilegais, a menos que estes fossem acusados ou condenados por algum crime grave ou violento.

Defensores do projeto dizem que a medida serviria como um contraponto ao que eles dizem ser a definição de perfis raciais em uma lei do Arizona que reprime a imigração ilegal, que foi endossada pela Suprema Corte dos EUA no início do segundo semestre. Em sua mensagem de veto, divulgada na noite de domingo, Brown disse que, apesar de apoiar uma ampla reforma na legislação da imigração, o projeto de lei "estava fatalmente destinado ao erro" por excetuar indivíduos que haviam cometidos crimes como abuso infantil, tráfico de drogas e venda de armas.

O veto de Brown despertou frustração entre grupos ativistas que lutam pelos direitos dos imigrantes, que faziam lobby junto ao governador para que assumisse uma posição flexível em relação aos imigrantes ilegais. "O governador Brown falhou com as comunidades de imigrantes da Califórnia, comprometendo os direitos civis e deixando a todos nós menos seguros", afirmou o diretor-executivo da Rede de Organização do Dia Nacional do Trabalhador, Pablo Alvarado, em um comunicado.

A Califórnia é o Estado com a maior população de imigrantes sem documentos nos Estados Unidos, com quase 2,6 milhões no início de 2010, de acordo com estatísticas do governo.

Share

Related posts