Atestado de loucura: O ministério como uma onda gigante

Partindo para a onda…

O grande lance para quem curte o Surf e os esportes nas águas nos últimos tempos é o tow-in (literalmente “rebocado para dentro”, ou ‘surf rebocado’). Um atleta é levado num  jet ski, ao topo de uma onda gigantesca de onde desce surfando. Um brasileiro de Pernambuco surfou numa onda de 22 metros!
Eis os riscos o tow-in: “… desmaiar por falta de ar e conseqüentemente morrer afogado, cair de mal jeito e deslocar ou quebrar algum membro. Bater no fundo de coral e sofrer lacerações, rodar com o lip (parte superior da onda) e no impacto contra a água, quebrando o pescoço ou qualquer outro osso. Por causa disso tudo, os atletas assinam um termo de responsabilidade antes de entrar no mar. Os mais brincalhões dizem que é o famoso “atestado de loucura”.  
Você assinaria um atestado desses? Muito bem, é exatamente isso que cada pastor faz ao assinar o termo de posse e assume a liderança de uma igreja local. Eis algumas sugestões para a preparação adequada para o ministério:

1. Deixe Deus ser o seu rebocador!
No tow-in, tudo começa com a escolha de um bom rebocador. Um atleta experiente parte para uma onda gigante no jet sky conduzido por uma pessoa de sua inteira confiança e com quem tem grande afinidade.
 Não pule na garupa de qualquer jet sky para ser rebocado ao pastorado de uma igreja local ou à liderança no reino de Deus. Cuidado com as manobras, os jeitinhos etc. Só aceite ser rebocado pelo Senhor que te chamou e te sustentará no seu ministério. Vale lembrar  I Timóteo 1:12.

2. Tamanho não é documento, olho na missão!
Não se impressionar e muito menos se intimidar com o tamanho da onda é outro segredo do tow-in. O surfista deve concentrar-se em sua missão de surfar na onda e sair dela na hora certa, em segurança e não dislumbrar-se ou amendrontar-se com a sua altura.
No pastorado, mantenha o foco no cumprimento de sua missão: pastorear o rebanho de Deus de forma a conduzi-lo a um crescimento saudável. Lembre-se que sua tarefa é equipar as pessoas para que elas realizem o ministério e não tentar fazer tudo sozinho ou de forma centralizadora; confira isso em Efésios 4:11, 12.
 3. Prepare-se e equipe-se em segurança!
Querer surfar grandes ondas sem estar preparado física, emocional e psicologicamente; ou sem a devida segurança e o equipamento qdequado, pode acabar em tragédia.
A falta de preparo pode colocar a perder o sonho de um pastorado promissor. Fique ligado às armadilhas do inimigo nas finanças, no relacionamento com o sexo oposto, no trato com o poder e no lidar com a vaidade. Muito cuidado! Já vi muitos caír quem, no passado, criticava quem caía. Lembre-se do que escreveu Paulo em I Coríntios 9:27.

4. Não tente caminhar sozinho!
O atleta de tow-in precisa desenvolver uma parceria com um outro atleta de confiança, que o rebocará no jet ski até o topo da onda. Esta aliança é fundamental para que o esporte seja praticado com mais segurança e menos riscos.
Graças a Deus hoje se dá muita ênfase nessa necessidade que o pastor tem de ter alguém com quem contar a quem prestar contas no seu ministério. É claro que existe muita compreensão errada e exagerada do que vem a ser mentoria; mas o fato é que é um verdadeiro desatino levar sozinho toda carga emocional e espiritual de um ministério. “…toma contigo Marcos e traze-o, pois me é útil para o ministério.” (II Timóteo 4:11 ).

Chegando à praia…
De fato assumir o pastorado de uma igreja é como assinar um ‘atestado de loucura’. Porém, lembremos que “aquilo que parece ser a loucura de Deus é mais sábio do que a sabedoria humana, e aquilo que parece ser a fraqueza de Deus é mais forte do que a força humana”. (I Coríntios 1:25 – RA). E ainda que “Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura; e, para envergonhar os poderosos, ele escolheu o que o mundo acha fraco.”
(I Coríntios 1:27 – RA).

Deixe Deus rebocar você para as ondas enormes e maravilhosas, desafiadoras e cheias de oportunidades e de bênçãos, como você jamais conseguirá imaginar. Esta é minha versão pessoal de Jeremias 33:33   “Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes, que não sabes.”

Que Deus nos abençoe em nossos minsitérios e, construindo sábias parcerias, partamos para a conquista de grandes ondas!

>> Lécio Dornas é o Coordenador do Ministério Brasileiro da American Bible Society.. / e-mail: LDornas@americanbible.org.

 

Related posts