Lytron
My Partner
cultureholidays

Atirador mascarado mata 12 em estreia de ‘Batman’ nos EUA

 Homem mascarado entrou atirando em sala e também feriu 40 no Colorado. Suspeito, de 24 anos, não parece ter elo com terrorismo, diz imprensa.

 
 
Mãe de vítima abraça amigo de seu filho após o ataque desta sexta-feira (20) (Foto: AP)
Mãe abraça amigo de seu filho após o ataque desta sexta-feira (20) (Foto: AP)

A polícia revisou para 12 o número de mortos no ataque de um atirador mascarado a uma sala de cinema lotada em um subúrbio da cidade de Denver, no estado do Colorado, nesta sexta-feira (20), durante a estreia do aguardado novo filme do Batman (“Batman – o cavaleiro das trevas ressurge”) . Cerca de 40 pessoas ficaram feridas, segundo o porta-voz Frank Fania.

Inicialmente, a polícia havia falado em 14 mortos e 50 feridos.

O atirador, que usava uma máscara de gás, abriu fogo dentro de um cinema em um shopping center no subúrbio de Aurora, durante a sessão da meia-noite, segundo o chefe de polícia da cidade, Dan Oates.

Antes de se posicionar em frente à tela eatirar, ele teria detonado uma bomba que produziu gás lacrimogêneo ou fumaça.

"Eles (o público) escutaram um assobio, depois uma espécie de gás surgiu e o atirador abriu fogo", explicou o policial.

Fania disse que a polícia recebeu a primeira ligação sobre o incidente à 0h39 (hora local), e respondeu em "um ou dois minutos".

Oates afirmou que o suspeito foi preso em um estacionamento atrás do cinema.

A polícia descartou a participação de outra pessoa, apontada pelos relatos iniciais, no crime.

Os motivos do ataque ainda não são conhecidos.

O porta-voz Fania disse à TV CNN que o suspeito tem cerca de 20 anos, utilizava um colete à prova de balas e estava armado com um rifle e duas pistolas, altém de uma faca, acrescentando que lançou algum tipo de dispositivo de fumaça para semear o pânico. Outra pistola foi achada dentro do cinema.

Segundo policiais, o suspeito foi preso em um estacionamento atrás do cinema. Ele não ofereceu resistência.

Órgãos da imprensa local identificaram o suspeito como James Holmes, de 24 anos, mas não havia confirmação oficial disso.

Local do tiroteio é cercado pela polícia na madrugada desta sexta-feira (20) em Aurora, no estado americano do Colorado (Foto: AP/The Denver Post, Karl Gehring)
Local do tiroteio é cercado pela polícia na madrugada desta sexta-feira (20) em Aurora, no estado americano do Colorado

O local do atentado foi isolado, e policiais vasculhavam a área em busca de mais explosivos.

Oates disse que o suspeito afirmou ter explosivos em sua casa.

O prédio onde ele vive foi esvaziado e estava sendo revistado.

 De acordo com a polícia, dez pessoas morreram no local, e duas morreram após serem levadas ao hospital.

O hospital da Universidade do Colorado recebeu 20 pessoas com ferimentos leves, informou o porta-voz Jackie Montgomery à CNN.

É possível que entre as vítimas haja crianças.

Tiroteio e confusão
O ataque foi iniciado durante uma cena de tiroteio do filme, o que aumentou a confusão e o pânico geral, de acordo com testemunhas entrevistadas pela imprensa.

"Nós continuamos a assistir o filme por um momento", disse à ABC uma testemunha, identificada apenas como Jack. Em seguida, após se darem conta que os tiros eram reais, "todos entraram em pânico".

A CNN citou uma testemunha dizendo que havia visto um "homem subindo vagarosamente as escadas e atirando, escolhendo pessoas aleatórias".

As pessoas começaram a correr em direção a saída do cinema enquanto os policiais chegavam ao local e gritavam "abaixem-se", segundo uma outra testemunha, Banjamin Fernandez, de 30 anos, citado pelo jornal local "Denver Post".

A polícia não forneceu informações sobre as vítimas, mas o filme (recomendado para maiores de 13 anos nos EUA) atraiu um público majoritariamente adolescente e jovem.

Muitos cinemas dos EUA organizaram sessões especiais à 0h desta sexta-feira para a estreia do filme, que prevê arrecadar milhões de dólares em receitas.

Homem chora em frente a hospital após o tiroteio em cinema de Aurora, no estado americano do Colorado, nesta sexta-feira (20) (Foto: AP)
Homem chora em frente a hospital após o tiroteio em cinema de Aurora, no estado americano do Colorado, nesta sexta-feira (20)

Columbine
Aurora é um subúrbio de Denver perto do local do tiroteio de 1999 na escola de Columbine, onde pelo menos 15 pessoas foram mortas a tiros.

Obama
O presidente dos EUA, Barack Obama, disse em comunicado que está chocado e triste com o ocorrido e prometeu punição aos responsáveis.

Um vídeo que mostraria a movimentação das pessoas deixando o cinema após o ataque foi publicado no YouTube, mas não havia confirmação de que era do incidente.

Share

Related posts