Lytron
My Partner

Mídias sociais: compartilhar ou morrer

A humanidade está sempre em processo de evolução e transformação. Entender, aderir e interagir com as mudanças significa evoluir. Já resistir a elas, pode significar a morte. Foi assim em todos os estágios da humanidade. Imagine um empreendedor que tenha resistido a chegada do computador. Como você acha que ele deve estar se virando? O que você acha que aconteceu com os empresários, que nos séculos XVIII e XIX resistiram à revolução industrial? Imagino que não tenham muita história para contar.

Pois é exatamente isso que vem ocorrendo na era da informação, em que as mídias sociais têm provocado grandes mudanças na vida das pessoas e organizações em quase todas as partes do globo terrestre. O que fazer: resistir ou aderir? Independente de ser uma empresa ou pessoa física, você não tem muitas opções. Ou aceita compartilhar ou será atropelado pelo movimento.E as suas chances de voltar ao cenário serão insignificantes.

Então, se é assim a partir do momento em que eu já adotei ou estou prestes a interagir nas mídias sociais, como devo agir? Primeiro você deve saber que é importante cuidar da sua imagem, assim como o faz quando vai a uma festa, teatro, viagem etc. A diferença é que ao sair para um evento você cuida do cabelo, coloca a melhor roupa, perfume, sapatos e se comunica face a face com um número limitado de pessoas.

Na mídia social, seu universo é muito maior.O perfume e as vestes são substituídas pelo seu talento de se comunicar virtualmente. Você tem a oportunidade de se conectar e se tornar conhecido por aqueles que podem ter interesse no que você faz. Para isso, você terá que dedicar seu tempo para interagir e sair da obscuridade.

A exposição é muito maior e os riscos de se deparar com críticas, comentários desagradáveis, reclamações sobre você, sua empresa ou seu produto, também. Uma certeza você deve ter: os seus clientes estarão sempre on-line e se você valoriza a sua reputação, é bom estar online também, pois só assim protegerá melhor a sua marca e seus interesses.

Caso não tenha uma ideia clara de como interagir nas mídias sociais, abaixo seguem algumas dicas que poderão lhe ajudar a colher bons frutos:
1. Preocupe-se com a sua imagem – nada deve ser mais importante do que o seu nome e reputação. Portanto, você não deve publicar nada que não colocasse em um grande outdoor;
2. Crie, inclua-se e interaja com grupos de interesse comum – caso você queira aderir as mídias sociais para  fazer negócios, trate logo de dizer de forma cristalina o que você faz e mantenha as pessoas conectadas. Entenda que conversas entre os integrantes sobre o seu mercado serão inevitáveis. Cabe, portanto, a você encorajá-los para um bate papo agradável e alinhado aos interesses das partes;
3. Trate criticas como oportunidades – não encare as reclamações como problemas e sim desafios capazes de construir pontes e evitar muros entre vocês;
4. Seja proativo – coloque tudo de positivo que puder sobre você e sua empresa na rede on-line (depoimentos, prêmios, vídeos etc.).
5. Mantenha o foco no que interessa – tem muita gente que quer apenas fazer barulho e atrapalhar a sua trajetória. Se isso ocorrer, trate o assunto com seriedade, mas não alimente nada que não lhe acrescente pontos positivos.

Agindo assim, você sairá da obscuridade e terá um bom começo neste mundo que a cada dia está mais conectado pela rede virtual. Lembre-se do que reza o provérbio chinês: “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”

Pense nisso!

>> EVALDO COSTA é escritor, conferencista e Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil. Blog: www.evaldocosta.blogspot.com / e-mail: evaldocosta@evaldocosta.com.

Share

Related posts