Lytron
My Partner
cultureholidays

Rock in Rio terá edição em Buenos Aires em 2013

 

Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, levará o festival para Buenos Aires Foto: Divulgação

Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, levará o festival para Buenos Aires Divulgação

Depois de Lisboa e Madri, o Rock in Rio vai aportar em outra cidade, também latinoamericana como sua terra natal. Após um acordo firmado com o governo de Buenos Aires, o empresário Roberto Medina anunciou a primeira edição argentina de seu megafestival, que será realizado em setembro de 2013 – poucos dias depois da quinta edição brasileira.

Segundo Medina, a cooperação institucional, a proximidade com o Rio de Janeiro e a íntima relação do público argentino com a música foram as principais razões para escolher Buenos Aires como o novo destino de um dos maiores eventos de música e entretenimento do mundo. "A Argentina tem uma relação muito antiga com o Rock in Rio por sua proximidade com o Brasil", disse Medina, que acredita que nosso país vizinho poderia absorver parte do público que não cabe na Cidade do Rock.

Em setembro do ano passado, o Rock in Rio voltou ao Brasil depois de dez anos. Em sete noites, o festival reuniu 700 mil pessoas para assistir a shows de artistas como Coldplay, Motörhead, Metallica, Sharika e Elton John. Ao todo, o festival gerou US$ 460 milhões para a cidade. Em seu pronunciamento, Medina destacou ainda que tanto o governador de Buenos Aires, Mauricio Macri, como o Ministro da Cultura Hernán Lombardi, mostraram "rápida compreensão" sobre o impulso econômico e o impacto mundial em termos de imagem que o Rock in Rio gera.

"A Argentina é o país mais roqueiro de toda a América Latina, com grupos muito fortes que fazem shows para 60 mil, 70 mil pessoas", apontou Medina. Em Buenos Aires, o Rock in Rio será realizado no Parque de la Ciudade, um espaço de 200 mil metros quadrados, com capacidade para 100 mil pessoas, que está fechado há quase 30 anos e fica a 15 minutos de Buenos Aires.

A escolha de Buenos Aires como nova sede do Rock in Rio não descarta a possibilidade de realização de edições do festival em outras cidades do continente americano. Medina disse que esperar iniciar em breve as negociações com o Peru, além de manter contato com autoridades do México, onde encontrou alguns obstáculos para a criação da Cidade do Rock. Bogotá, na Colômbia, pode vir a abrigar uma edição do festival em 2014.

Ainda este ano, o Rock in Rio passará novamente por Lisboa e Madri entre os meses de maio e julho, com shows de Bruce Springsteen, Red Hot Chili Peppers, Maroon 5, Lenny Kravitz e David Guetta, entre outros. As informações são do jornal argentino "La Nacion".

 

 

Share

Related posts