Lytron
My Partner
cultureholidays

Chávez lança programa para dar dinheiro a crianças pobres

O governo do presidente Hugo Chávez lançou nesta segunda-feira um novo programa para dar US$ 100 por mês a crianças pobres venezuelanas, na última de uma infinidade de "missões" sociais que têm sustentado sua popularidade.

Chávez, que busca a reeleição em 2012, diz que tais medidas mostram o benefício evidente do governo socialista na nação sul-americana membro da Opep. Mas os críticos argumentam que se trata de uma manobra pré-eleitoral para mascarar o fracasso econômico.

Segundo a Missão Grandes Filhos da Venezuela, residências de baixa renda poderão pedir 430 bolívares (US$ 100) por mês do governo para cada criança de até três anos de idade. Dependentes com deficiência se qualificarão para 600 bolívares.

"O objetivo é ajudar famílias na pobreza extrema", disse a ministra para Proteção Social, Isis Ochoa.

Os partidários de Chávez dizem que o último projeto social, que entra no grupo de "missões" que cobrem de tudo, da saúde a casas de baixo custo, mostra como a riqueza do petróleo da Venezuela está sendo distribuída da maneira certa para beneficiar os pobres.

Eles comparam isso com a redução dos benefícios sociais em meio aos duros tempos econômicos na Europa e Estados Unidos.

Embora cautelosos em criticar um benefício para crianças que é anunciado pouco antes do Natal, os opositores dizem que o último projeto é uma tática tipicamente populista para maximizar os votos para Chávez na próxima eleição presidencial de outubro.

Eles argumentam que a doação é apenas um emplastro colocado sobre a economia fragilizada, e os pobres iriam se beneficiar mais com melhores possibilidades de emprego, inflação mais baixa, menos corrupção e uso mais eficiente das rendas de petróleo da Venezuela.

Embora enfrentando um desafio forte de uma coalizão recém-unida da oposição, Chávez continua o político mais popular da Venezuela, com um índice de aprovação acima dos 50%.

Share

Related posts