Lytron
My Partner
cultureholidays

Passageiro desiste de turismo espacial e pede reembolso

A empresa Virgin Galactic ainda nem colocou sua nave inaugural de turismo espacial em órbita e já enfrenta um problema corriqueiro na aviação: o reembolso de uma passagem.

Alan Walton, 75, cujo nome consta na lista dos cem primeiros a se candidatarem ao voo, desistiu da viagem e pediu, no ano passado, a devolução dos US$ 200 mil (cerca de R$ 366,8 mil) pagos pelo bilhete.

"Esta é uma decisão que eu não queria ter feito", comentou recentemente ele.

O motivo da desistência é o atraso no cronograma. Em 2004, houve uma euforia com um voo experimental do SpaceShipOne sobre o deserto de Mojave.

A Virgin Galactic, que detém a tecnologia da nave, começou a receber pedidos de reserva antes mesmo da versão comercial ser construída.

A previsão do empreendedor Richard Branson era que a nave espacial partiria em 2007, o que não aconteceu.

O passageiro desistente já está conformado com a ideia de não se tornar um astronauta no futuro. Ele anunciou que pretende investir no sequenciamento genômico e na criação de vida artificial.

Share

Related posts